DILUINDO SEUS CARMAS DUROS

DILUINDO SEUS CARMAS DUROS

Já citei aqui no site em vários artigos que o karma negativo é pessoal e intransferível. Antes, falei que quando alguém vive em um grupokarma família nuclear tem o karma negativo diluído no grupo. Esta teoria parece contraditória, mas karma negativo é pessoal e intransferível mesmo. Você não pode passar ou receber karma negativo de ninguém.

Quando você vive em uma família e tem, por exemplo, um karma negativo de saúde, você envolve toda a família. Se você está mal, todos ficam mal. São necessários cuidados médicos, dinheiro, tempo, energia e empenho dos familiares para cuidar de você.

Neste caso você está diluindo seu karma negativo, sua dor com um grupo e como eles teoricamente têm saúde e boas condições eles podem cuidar de você. Se estão cuidando de você eles estão dividindo a saúde, o tempo e energia deles com você, então estão dividindo o karma positivo deles com você. O karma positivo deles foi dividido com você, seu karma negativo foi dividido com eles, porém a vivência íntima de seu karma negativo é só sua e é pessoal e intransferível.

A diluição do karma negativo só é possível pelo amor, pois se alguém é egoísta e não liga para o sofrimento de outro, não divide o karma positivo dele com outro, pois não o ama. O único instrumento que minimiza e altera o karma negativo é o amor. Existem muitas formas de exercer o amor.

Resignação positiva, sem inércia e sem preguiça são gestos de amor e minimizam o karma negativo. Aceitando seu karma negativo com harmonia você o anestesia. Se o odeia, estará odiando a si próprio. Resignação não é compromisso indolente, continue agindo com amor e lutando “contra” seu karma negativo. Aja com sabedoria.

O karma negativo é um dragão quase invencível que está de frente para você, para mim, para todos. Tentando fugir ele cresce e fica mais forte, mas enfrentando-o com resignação, com paciência e compreensão ele se derrete e quando você ama o mundo ele se desfaz.

Imagine um dragão como sendo o karma negativo de uma pessoa. A pessoa o observa com medo e tenta correr. Quando inicia a corrida, o dragão vai crescendo, ficando mais forte, rápido e feroz até que a abocanha.

Em uma segunda situação a pessoa observa e sabe que não adianta fugir e resolve enfrentar o dragão de frente e vai se aproximando devagar. No meio do caminho o dragão se transforma em um cachorro e quando se chega mais perto se transforma em um gatinho. Fuja dele e ele se tornará forte, enfrente-o e ele ficará mansinho.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)