Ajude-se

.

Aos amigos, colegas, parceiros e aflitos de Curitiba, PR e região.

Como vivem nos escrevendo pedindo recomendação de casas idôneas em Curitiba, já vamos deixar pronto os links para socorro espiritual e ajuda consciencial aqui. Faça contato direto com a casa e pesquise as opções de atendimento, todas são instituições sérias, absolutamente gratuitas e amorosas.


NOTA: O CONSCIENCIAL.ORG não tem qualquer parceira ou corresponsabilidade no atendimento de tais casas, mas de forma geral recomendamos todas por sua idoneidade moral e serviços excelentes prestados a comunidade.

E também nossa indicação de links a tais casas que respeitosa e humildemente recomendamos como “parceiros evolutivos” não significa que tais casas endossem ou apoiem o CONSCIENCIAL.ORG, e não fazemos a indicação para parecer dessa forma, mas tão somente pelo amor de ajudar as pessoas sem qualquer sentimento mesquinho de disputa ou competição.

Tais casas, conforme mudam suas mesas diretoras e seus voluntários, podem tanto simpatizar conosco ou até mesmo o contrário, mas nós Dalton e Andréa, nos colocamos muito acima de tais emoções densas, procurando a humildade de aprender e de servir as pessoas.

Se os antagônicos que não nos respeitam não podem aprender conosco ou nos indicar, nós, ao contrário deles, podemos aprender com eles e indicá-los, procurando sempre um sentimento mais sutil e elevado como ensinou Jesus, Ramatís e todos os outros Mestres da humanidade. Fizemos questão de deixar claro por transparência e honestidade máxima.

E mais uma última coisa: NÃO SABEMOS OU PODEMOS INDICAR CASAS FORA DE CURITIBA,

use o oráculo para saber, ou seja, use o Google!


Role a página para saber mais.


Casas que atendem com Apometria

CEPEC (site) – Facebook – atendem com Apometria e outros métodos há muitos anos. Também ministram curso de Apometria a preço quase grátis anualmente.

Fraternidade Ramatís Hercílio Maes (site) – Facebook – atendem com Apometria e outros métodos há muitos anos. Também ministram curso de Apometria a preço quase grátis anualmente.


Casas que atendem de outras formas

Dr. Leocádio (site) – Facebook – casa antiga e reconhecida em Curitiba pelo sucesso em curas. Filas enormes e atendimento demorado por senha, é preciso chegar cedo. Vá ao site deles e informe-se

Casa do Fortalecimento da Fé (site) – Facebook – casa holística (não necessariamente espírita) atende com Constelação Familiar, com Bar Access, Energização, Tratamento Emocional, Florais, tudo absolutamente grátis. Pela falta de responsabilidade das pessoas que marcam a consulta gratuita e faltam sem o menor respeito, o antigo agendamento de consultas que evitava filas e longas esperas foi substituído por senha. Até a doação a quem não valoriza é mesmo complicada.


Umbanda em Curitiba

As indicações de Terreiros de Umbanda em Curitiba são de amigos nossos: Sérgio Kunio e Marco Boeng, que são mais que parceiros, são amigos e sempre apoiaram nosso trabalho sem qualquer medo, insegurança o preconceito. Parece-me que os umbandistas são mesmo de corações mais abertos.

Terreiro Pena Branca – GECPA – Sérgio Kunio – visite o site do GECPA / Não possuem Facebook

Terreiro ASSEMA – Marco Boeng – visite o site do ASSEMA / Facebook do ASSEMA


ÍNDICE

PARTE 1 – INTRODUÇÃO
PARTE 2 – OS PROBLEMAS EXISTENCIAIS
PARTE 3 – ATITUDES E AÇÃO
PARTE 4 – RESPONSABILIDADE
PARTE 5 – AUTOCONHECIMENTO
PARTE 6 – BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
PARTE 7 – ENTENDA A AJUDA ESPIRITUAL
PARTE 8 – VÍDEOS RECOMENDADOS
PARTE 9 – TEXTOS RECOMENDADOS
PARTE 10 – ÁUDIOS RECOMENDADOS
PARTE 11 – ORAÇÕES PARA LER
PARTE 12 – DICAS BÁSICAS PARA TODOS OS CASOS
PARTE 13 – MEDIUNIDADE E EFCs DESCONTROLADAS
PARTE 14 – SOU VÍTIMA DE MAGIA NEGRA
PARTE 15 – TERAPIAS RECOMENDADAS

 

 

.

.

PARTE 1 — INTRODUÇÃO

 

No decorrer dos anos, com desabrochar de nosso trabalho espiritualista, algumas pessoas com problemas existenciais e às vezes desesperadas, nos escrevem pedindo ajuda. Sempre nos questionamos intimamente como poder auxiliar. Sempre tentamos fazer o melhor possível em forma de e-mail respondendo as pessoas com carinho e paciência, dando dicas e caminhos que nossa experiência de vida reconhece e já testou como boas e possíveis.

Um fato básico que assola estas pessoas inicia pela completa falta de recursos financeiros, daí enfrentamos um desafio ainda maior, pois não podemos então sugerir dicas para que a pessoa trilhe soluções caras como fazer terapia, frequentar um curso de meditação e as vezes adquirir obras que também têm um custo. A ideia é criar opções TOTALMENTE SEM CUSTO, que existam ao menos em cidades de porte pequeno (muitas pessoas não contam com os recursos das megalópoles) e ser generalista. Mas citaremos opções pagas também para enriquecer as possíveis soluções.

Sendo generalista as pessoas que necessitarem poderão adequar a sua realidade e contexto psíquico, emocional, espiritual, geográfico e financeiro.

Não esperamos nada mais além de poder ajudar as pessoas. Não queremos propaganda, divulgação, mérito, vender produtos, nada! Não queremos nada, apenas ajudar as pessoas!

 

 

.

PARTE 2 – OS PROBLEMAS EXISTENCIAIS

É uma pena que eu não tenha guardado as mensagens por nós recebidas para reler os problemas relatados, cuja privacidade sempre respeitamos. Mas vamos tentar resgatar de memória e de forma genérica os mais comuns:

  • Problemas psíquicos e emocionais – desequilíbrios diversos, obsessões espirituais, psicopatologias;
  • Problemas familiares – perseguição de pais e irmãos, vícios e desequilíbrios em ambientes familiares;
  • Problemas de relacionamento – falta de amigos, preconceito, falta de afeto geral e parceiro(a) afetivo, desajuste social;
  • Sentimento ou Síndrome do Estrangeiro – bem raro, mas as pessoas forçam a se encaixar aqui – clique aqui para entender;
  • Dependências – dependência química, dependência familiar, insegurança, chantagens emocionais;
  • Solidão, depressão, síndrome do pânico;
  • Envolvimento com magia negra – tanto quem já fez, como quem está recebendo;
  • Situação de aborto – pessoas que estão pensando em fazer ou fizeram aborto;
  • Perda de entes queridos – pessoas inconsoláveis;
  • Expulsão de grupo evolutivo – pessoas que entraram em algum grupo, ficaram fascinadas e fanatizaram lá dentro e depois foram expulsas, achando que perderam a salvação;
  • Pensamentos de suicídio;
  • Problemas de parapsiquismo ostensivo: mediunidade, visão, audição e influência de espíritos, experiência fora do corpo – visão do corpo, sensação de perseguição e outras variantes.

 

OBS: não é preciso dizer que a maioria esmagadora das pessoas que nos procuraram desesperadas não tinham recursos financeiros, pois se tivessem, as óbvias soluções, elas mesmos teriam tomado.

Há um ínfimo percentual de pessoas – ainda bem, mínimo mesmo – em cujo problema é apenas ele mesmo. Acha que tudo é magia, é sempre vítima, tudo é perseguição. São pessoas preguiçosas com um pouco de paranoia e que não querem mesmo melhorar.

 

.

..

PARTE 3 – ATITUDES E AÇÃO

Não existe técnica baseada na preguiça, nem solução baseada na inércia, todo caminho a percorrer exige muita perseverança, foco, vontade de melhorar. Não existe receita de bolo, caminho das pedras ou mapa mágico. Não existe magia ou mandinga gratuita ou paga que vá resolver as pendências cármicas que pessoa adquiriu nessa e em outras vidas e agora apenas colhe os frutos de seus desmandos. Não existe “trabalho” que vai trazer o amor de volta em 7 dias”. A cada um segundo as suas obras. Não é porque temos um site “bonitinho”, uns livros legais e assinamos alguns mentores bacanas, que também não temos nossas dores, sofrimentos e problemas.

Então se você acredita mesmo que exista algum jeito, sistema, método, técnica, mágica que vá estalar os dedos e vá resolver tudo de sua vida em apenas uma semana, está muito enganado. A transformação íntima é uma chave que só é ligada de dentro para fora, ligando esta chave e agindo com muita boa fé e intensidade sadia, é que suas energias irão gradualmente se modificar, melhorar e consequente o mundo e a vida a sua volta. O que vem para nós é o reflexo, o espelho do que sai de nós.

Como nós moramos em Curitiba, podemos fornecer mais dados desta cidade. Outras cidades que por acaso conheçamos citaremos, mas uma pesquisa no Google relativo a sua cidade deverá ajudá-lo de alguma forma.

 

..

PARTE 4 – RESPONSABILIDADE

Não prometemos nada, não garantimos nada. Consulte seu médico, seu psiquiatra, seu terapeuta de confiança. Nosso pretenso auxílio é mero coadjuvante, carregado muito mais de boa vontade do que qualquer outra coisa. Toda cura é uma autocura, todo aprendizado é um autoaprendizado, toda evolução é uma autoevolução, portanto, o maior e único responsável por ajudá-lo(a) é você mesmo. Não é possível terceirar a autocura.

 

.

.

PARTE 5 – AUTOCONHECIMENTO

A maioria esmagadora da humanidade possui mínima bagagem de autoconhecimento consciencial. Um autoconhecimento poderoso é baseado no carma, na reencarnação, nos veículos de manifestação da consciência (corpo físico, corpo astral e corpo mental), no invólucro bioenergético (duplo etérico, cordão de prata), na multiexistencialidade, nos aspectos psicológicos e arquetípicos do grupo familiar e seus ancestrais.

A ignorância das pessoas dos itens citados, as faz crer que se conhece, achando que saber o que gosta de comer, de vestir, com quem andar, o que falar e ser socialmente decidido(a) e “descolado(a)” as faz ter algum autoconhecimento. A mesma é válida profissionalmente.

Mesmo que não seja possível melhorar muito as coisas é sempre possível ser ao menos mais feliz e tranquilo, fato este que eu, Dalton, vivencio em minha própria vida frente as vicissitudes desesperadoras que já passei.

 

.

.

PARTE 6 – BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA

Ler e estudar é imprescindível para superação dos problemas pessoais, para expandir o corpo mental, para intelectualizar a pessoa, melhorar o autoconhecimento e até para saber se relacionar e conversar. Há muita coisa boa grátis na internet!

Enquanto a TV emburrece as pessoas, os livros (os bons livros, pois há muita porcaria também) enobrecem e estimulam a inteligência.

Importante citarmos que existe uma bibliografia evitável, coisas que não devem ler lidas: revistas de moda e fofoca, seção de horóscopo de jornais e revistas.

Além da bibliografia específica para autoconhecimento e autoajuda, postaremos links para downloads de obras disponíveis extras para que a pessoa que pede ajuda possa continuar a trilhar o caminho, após sair da crise existencial-espiritual. Muitas dessas obras são postadas na internet de forma ilegal – pirataria – por pessoas que desconhecemos, mas ainda assim o serviço de auxílio poderá ser efetivo, neste custo-benefício cármico que gera a pirataria.

Veja a seguir uma bibliografia específica e fundamental – esta lista é a mais importante:

ATENÇÃO: como os links se modificam muito rápido tivemos que retirar. Você deve procurar o nome do livro no Google.

 

  • Livro Coragem – Chico Xavier – por espíritos diversos – baixar no computador
  • Livro Falando de vida após a Morte – Wagner Borges – role a página e procure embaixo – saber mais
  • Livro Viver a vida não vivida – Robert A. Johnson / Jerry M. Ruhl
  • Livro Libertando o coração – Lawrence W. Jaffer
  • Livro O efeito sombra – Deepak Chopra / Debbie Ford / Marianne Williamson
  • Livro Realize o propósito da sua alma – Naomi Stephan
  • Livro O crescimento através da crise pessoal – Harmon Hartzell Bro / June Avis Bro
  • Livro Crise espiritual – Meredith L. Young-Sowers
  • Livro Cura e transformação – Dr. Michael Greenwood / Dr. Peter Numm
  • Livro Jesus, o maior Psicólogo que já existiu – Mark W. Baker
  • Livro Autocura através da reconciação – Málu Balona
  • Livro Palavras de poder – Lauro Henrique Jr.
  • Livro O ciclo da autossabotagem – Stanley Rosner e Patrícia Hermes
  • Livro Jung – O mapa da alma – Murray Sten
  • Livro Você pode curar sua vida – Louise Hay
  • Livro Mudando para melhor – Kau Mascarenhas
  • Livro Autoestima – Dr. Lair Ribeiro
  • Livro O lado sombrio dos buscadores de Luz – Debbie Ford
  • Livro Como entender o efeito sombra em sua vida – Debbie Ford
  • Livro Trauma e superação – Dr. Julio Peres
  • Livro O eu sem defesas – Susan Thesenga

Outros livros:

Livrarias virtuais para comprar seus livros sem sair de casa

 

Mais de 1100 livros Espíritas para download através do Skydrive de terceiros – apenas disponibilizamos o link a seguir:

Audio books – livros para ouvir

 

 Canais no Youtube indispensáveis para quem quer a automelhoria. Material grátis de alta qualidade aberto para todos.

Se você não assistir, não estudar, então não adianta nada ficar pedindo ajuda. Tem que se dedicar, se aplicar, fazer a sua parte, não dá para terceirizar a reforma íntima, os “milagres” acontecem de “dentro para fora” e não ao contrário.

Momentos Psíquicos – https://www.youtube.com/user/minutospsiquicos

IBBIS – https://www.youtube.com/user/ibbisorg

Mova – Monja Coen – https://www.youtube.com/user/MOVAFILMES

IPPB – https://www.youtube.com/user/canalippb

Consciencial – https://www.youtube.com/daltonroque

Wagner Borges no Facebook – https://www.facebook.com/Textos-Wagner-Borges-1020408087993774/?fref=ts

Viagem Astral e Espiritualidade – https://www.youtube.com/user/saulocalderon

Wanderley de Oliveira – https://www.youtube.com/channel/UCzQb89QKtnBi_TEN7ih4CXA

.

.

PARTE 7 – ENTENDA A AJUDA ESPIRITUAL

Perguntas e Respostas Sobre Tratamento Espiritual – Leia tudo neste link antes de preencher qualquer pedido de ajuda, é uma página curta, mas muito importante:

1. http://www.ajudaespiritual.com.br/

2. Perguntas e resposta sobre auxílio espiritual – clique aqui

Para fazer pedidos de ajuda diretos:

A seguir você irá encontrar páginas Umbandistas, Espíritas, Espiritualistas, Rosacruzes, Apométricas, etc.

Estes links irão abrir em uma nova página direto nos locais para pedir ajuda sem ter que procurar, tudo mastigado.

Não conhecemos os grupos pessoalmente situados em diversos locais do Brasil, portanto, não  podemos garantir a qualidade dos serviços espirituais, mas verificando em sua página da internet nos pareceram idôneos e com trabalho respeitável:

Ajuda 01 | Ajuda 02 | Ajuda 03 | Ajuda 04 | Ajuda 05 | Ajuda 06 | Ajuda 07 | Ajuda 08 | Ajuda 09 |

Afirmações positivas para elevar a autoestima: http://consciencial.org/afirmacoes_positivas/

 

.

.

PARTE 8 – VÍDEOS RECOMENDADOS

Práticas Bioenergéticas:

Estes vídeos ensinam práticas bioenergéticas efetuadas com força de vontade, técnica e perseverança, ou seja, continuamente, sem interrupções. Devem ser praticadas 2 vezes ou mais por dia durante 20 minutos cada vez. Podem ser aumentadas o tempo ou a quantidade diária. Mas como diz o ditado “angú de um dia não engorda cachorro” (lá do interior de MG), então não adianta fazer muito durante uma semana e depois abandonar. É preferível fazer um pouquinho todos os dias e ir aumentando bem lentamente para o resto da vida. Lembramos que toda cura é uma autocura.

 

 

Mantras para abrir caminhos:

 

.

.

PARTE 9 – TEXTOS RECOMENDADOS

 

Centro de Valorização da Vida

Precisa de ajuda?

Ligue para o telefone que se encontra neste link, mas pesquise antes se está em sua cidade ou encontre uma mais próxima. Ajuda por bate papo, por voip e outras opções também:

 

Outra opções virtuais para pedir auxílio fraterno:

 

.

.

PARTE 10 – ÁUDIOS RECOMENDADOS

 

.

..

PARTE 11 – ORAÇÕES PARA LER

http://consciencial.org/oracoes/

.

..

PARTE 12 – DICAS BÁSICAS PARA TODOS OS CASOS

  • Ações para todos os casos

Tomar passe semanalmente. Para quem não é Espírita ou não deseja nem chegar perto, então procure bênçãos de alguém de sua religião – é a mesma coisa.

Frequentar com amor, fé e devoção alguma religião que te agrade – não importa qual, mas que alimente seus princípios espirituais e de viver.

Orar diariamente ao levantar, mas principalmente ao deitar, elevando os pensamentos as referências espirituais que você admira, respeita e ama.

Agradecer diariamente as bênçãos da sua vida e tudo que possui.

Ser humilde, modesto, abolir a revolta, o orgulho, a vaidade e a arrogância, iniciando por aceitar sua situação atual para merecer auxílio espiritual, já que não pode esconder dos “anjos” e amigos espirituais nem o mais secreto de seus pensamentos e sentimentos.

Ter persistência, paciência, fé e disciplina ilimitados e infinitos.

Acreditar que uma mudança interna, íntima, profunda e verdadeira já é capaz de modificar e melhorar toda a perspectiva desesperadora de sua vida e a saber que esta é uma chave que só é aberta por dentro e depende de você.

Frequentar a Seicho-No-ie de sua cidade – clique aqui para procurar se existe em sua cidade – você pode ter qualquer religião, pois lá é uma filosofia de vida e não religião. Eles incentivam a cada um ter uma religião de sua escolha, não importa qual. Incentivam a gratidão, a prosperidade e autoestima. Já frequentamos a achamos SENSACIONAL!

Praticar caminhadas ou qualquer exercício físico, pois aumentam a geração dos hormônios do prazer.

Fazer Psicoterapia.

Para quem pode pagar, em alguns casos até fazer sozinho em casa pesquisando apostilas e vídeos (como Yoga por exemplo) na internet sugerimos as seguintes práticas de autocura:

  • Reiki – existem também muitos grupos que enviam Reiki a distância gratuito
  • Terapia corporal
  • Yoga
  • Biodança
  • Acupuntura
  • Meditação – excelente para ansiedade e fobias diversas, não recomendado a quem tem tendências psicóticas
  • Práticas bioenergéticas

Testemunho real – Orar e vigiar os pensamentos, isso é muito verdadeiro. Desde que comecei esse processo de ficar mais atenta a crenças e pensamentos negativos ou limitantes, e depois questioná-los, duvidar da autoridade deles, minha tendência depressiva já diminuiu uns 80%, minha energia está em crescimento e minha capacidade de ação aumentando, estou me descobrindo, para minha própria surpresa. – Célia

Perdeu a fé na humanidade? – Não desanime, o bem existe e é maior que todo o sofrimento que se conhece, veja 21 fotos que irão restaurar sua fé na humanidade: clique aqui e veja

Nove ilusões que nos impedem de viver com tudoclique aqui

  • Aborto

Se está diante da possibilidade de um aborto – evite ao máximo! O aborto é a pior coisa, a pior autoagressão que a mulher pode praticar a si. Nem estamos focando na questão ética ou criminal – APENAS A MÃE – o aborto é uma agressão a mulher, a mãe, a gestante, agressão física, emocional, psíquica e bioenergética irrecuperável! SIM, IRRECUPERÁVEL! Claro que é uma agressão muito pior ao bebê, um crime, um assassinato. Se não quer o bebê, tenha-o e doe-o – é muito melhor para ambos – mãe e filho – que um aborto.

Testemunho 1 – Aos 19 anos, fiquei grávida. Eu e meu namorado usávamos camisinha, mas um dia ela estourou. A menstruação atrasou, fiz um exame de sangue que confirmou: gravidez. Contei ao meu namorado e ele me disse que preferia ter o filho. Já minha mãe não teve dúvidas: falou que eu teria de tirar o bebê. Na época, eu cursava pré-vestibular e não trabalhava, mas tinha dúvidas se queria abortar ou não. Tomei a decisão quando percebi meu corpo mudando. Pensei: ‘tem uma criança dentro de mim!’.

Falei para minha mãe que não queria abortar, mas ela foi enfática: se insistisse nisso eu iria para o olho da rua. Cedi à pressão e fui a uma clínica que uma amiga dela indicou. Quando chegamos lá, me examinaram e marcaram para aquela noite. Minha mãe não pôde ir porque tinha prova na faculdade. Eu já não estava mais falando com o meu namorado, que nunca gostou da ideia do aborto. Então, fui sozinha. Fiquei em uma sala com oito garotas. Uma ia abortar pela quarta vez. Outra tinha traído o noivo e ficado grávida. Fui a primeira a ser chamada. Tomei anestesia e apaguei. Quando acordei, me avisaram que poderia ir embora e que era normal ter sangramento na primeira semana. Quando cheguei em casa, bateu o arrependimento e saí quebrando o que via na frente. Sangrei um mês inteiro.

Meu ginecologista encontrou restos placentários dentro de mim. Me internaram para fazer o esvaziamento do útero. Fui levando uma vida normal, até retomar meu namoro no ano seguinte, quando comecei a sentir dores por todo o corpo e a me entupir de remédios. Acabei no hospital e o namoro terminou de novo. Depois dessa crise, comecei a fazer terapia para tratar minha culpa. Quase não falo mais com minha mãe. Há dois anos, me casei, mas não penso ainda em ter filhos. Às vezes, quando vejo uma criança, penso no bebê que poderia ter tido, em como ele seria. Jamais me esquecerei do que fiz. Jamais esquecerei do que fiz. Quando vejo uma criança, penso em como seria o meu bebê”

Renata, 27 anos, publicitária

Testemunho 2 – O aborto afecta psicologicamente ao casal durante muito tempo. Juddy Mamaou, dos Estados Unidos, quem realizou um aborto por sucção disse: “O som da máquina de vácuo ainda me persegue. Não consigo utilizar uma aspiradora sem que me lembre do meu aborto”.

Actualmente se estão realizando em todos os países do mundo aproximadamente 50 milhões de abortos por ano, 50 milhões de crimes. Nunca antes a humanidade tinha chegado a tão baixo grau de degeneração e de barbaridade

Testemunho 3  –

Testemunho 4 – Experiência de uma mãe que nos escreveu

Tive uma esperiência da gravidade disto quando meu afilhado ainda estava sendo gerado e uma “ginecologista obstetra” encaminhou a mãe para um aborto sob a alegação de hidroencefalia. Com a graça de Deus insistimos com a gravidez, corremos a vários outros médicos e a uma consulta com uma Preta Velha maravilhosa que tirou qualquer dúvida e medo de nossas cabeças. Hoje meu afilhado tem 9 anos, é um ser humano incrível e tem apenas um distúrbio de Déficit de Atenção e Hiperatividade – TDAH. Hoje tão divulgado e tratado por muitos especialistas.

Não pude deixar de compartilhar com vocês este fato que me emociona profundamente.

Que Deus abençoe a vida e a todos os envolvidos neste projeto e que a cada dia possamos mais e mais disseminar a importância de cada vida que é gerada!
Testemunho 5 – Elba Ramalho

Observações clínicas quanto ao aborto

 

Tratamento psíquico para quem praticou um aborto

Fazer terapia convencional com psicólogo, psicanalista, terapeuta holístico, terapeuta transpessoal, etc.

Fazer Constelação Familiar – conheça

Fazer tratamento com Apometria – conheça

 

  • Dicas de Prosperidade Espiritual – práticas simples

Atrair e criar abundância é algo que todos nós desejamos para que possamos realizar nosso sonhos, trazer conforto para a nossa família e ajudar a quem quisermos. Vou dar algumas dicas, muitas delas bem simples, que vão nos ajudar a aumentar a prosperidade. São conhecimentos que venho pondo em prática durante a minha jornada e que fizeram grande diferença na minha vida e na vida dos alunos e clientes que atendo.

Pratique a Gratidão – O sentimento de gratidão gera bem estar e alegria. Isso nos deixa mais criativos e otimistas e nos ajuda a ter boas ideias e enxergar melhor as oportunidades. Além disso, nossos sentimentos atraem coincidências que ajudam a gerar mais daquele sentimento. Ou seja, gratidão ajuda a atrair mais situações pelas quais nos sentiremos gratos. É o que muitos chamam de lei da atração.

Para aumentar o sentimento de gratidão, podemos utilizar uma prática simples que dá um excelente resultado. Faça uma lista com pelo menos 30 coisas que você se sente grato (coisas materiais, pessoas, habilidades que você tem, seu animalzinho de estimação…). Leia diariamente antes de dormir a sua lista e procure entrar em contato com o sentimento de gratidão. Quanto mais você praticar, mas ele vai aumentando e se tornando parte da sua forma de sentir a vida.

Quando começamos a focar nas coisas que nos fazem sentir gratidão, nossa mente começará a prestar atenção em mais coisas que nos farão sentir gratos, gerando ainda mais bem estar. Isso ocorre por que a mente tem um mecanismo de atenção seletiva. Através deste mecanismo, ela nos faz encontrar as coisas que damos mais importância. Por exemplo. Quando uma mulher está grávida, ela começa a ver muitas mulheres grávidas. Quando você resolve comprar um determinado carro, passa a ver nas ruas muito mais unidades daquele carro. Quanto mais você agradece, mais sua mente encontra motivos para agradecer…

Abandone as lamúrias e reclamações – Lamuriar é contrário de agradecer. Traz mal estar, nos deixa mais pessimistas, bloqueia a nossa criatividade. Vicia a mente em encontrar mais razões para se queixar. Algumas pessoas, mesmo quando passam por uma fase ótima ou durante o lazer, encontram sempre coisas para reclamar. Acabam dando mais importâncias ao que não está saindo conforme seus desejos. A atenção seletiva funciona também para encontrar coisas negativas, e a maioria das pessoas tem usado esse poderoso mecanismo mental para essa finalidade. Suas mentes são treinadas para encontrar razões para sofrer. Além disso, pela lei da atração, quanto mais reclamamos, mais atrairemos situações desagradáveis. Por isso, para aumentar a prosperidade, abandone todo e qualquer hábito de reclamar: do passado, da profissão, do governo, da falta de dinheiro, do sócio e etc… Se alguma situação não está conveniente pra você, faça o que estiver ao seu alcance para mudar. É possível fazer isso sem ter que entrar na energia nociva da reclamação. Entretanto, em algumas situações, nada poderá ser feitor. Nesse casos, a reclamação torna a situação mais difícil de suportar.

Cuide dos fatores visíveis mais óbvios – A abundância material é o resultado de vários fatores visíveis e invisíveis. Os fatores visíveis são aqueles mais óbvios: trabalhar com dedicação, se preparar intelectualmente, fazer cursos de reciclagem, ir atrás dos seus objetivos… Recomendo que qualquer pessoa cuide desses fatores visíveis para crescer. Entretanto, conheço várias pessoas que, apesar de serem inteligentes, dedicadas e preparadas, não conseguem um crescimento financeiro e profissional satisfatório. Isso não acontece por acaso.

Cuide da parte invisível – Fatores inconscientes, e portanto mais difíceis de serem detectados, tem uma grande força e podem atrapalhar o nosso crescimento de forma sorrateira. Essa parte invisível se compõe de pensamentos, sentimentos e crenças negativas de diversos tipos que geram processos de autossabotagem inconsciente. Influenciam totalmente as nossas escolhas sem que a gente perceba, destroem a criatividade e atraem situações negativas. Vamos ver mais sobre esses fatores a seguir.

Liberte-se de crenças nocivas com relação ao dinheiro – Pensamentos do tipo: dinheiro atrai inveja, tira a paz interior, escraviza o homem, corrompe, dinheiro é mal do mundo, atrai falsos amigos e etc… fazem com que você se sabote e deseje se afastar do dinheiro para sua própria proteção, mesmo que racionalmente você diga querer mais abundância. Isso acontece de forma sutil e inconsciente. As técnicas de liberação emocional são ferramentas poderosa que podemos utilizá-las para fazer uma boa limpeza nessas crenças limitantes.

Liberte-se de crenças nocivas com relação a sua profissão – Crenças do tipo: Professor nasceu pra sofrer; é difícil ganhar dinheiro como terapeuta; empresário pequeno não tem como crescer; o mercado paga mal; o mercado para tal profissão não tem mais espaço e etc… bloqueiam as idéias e deixam as pessoas presas na difícil situação em que a maioria se encontra. Limpando essas crenças, começamos a enxergar as oportunidades que os bem sucedidos vêem e passamos nos destacar. Nos tornamos a “exceção” daquela profissão.

Trabalhe a sua autoestima – Esse é um tema vasto. A autoestima é afetada por uma séria de fatores desde a nossa infância. Vários sentimentos acumulados minam a autoestima: medos, culpas, rejeição, abandono, reprovação, críticas e etc. A baixa na autoestima é a falta de amor por si mesmo, gera sentimentos de não merecimento. E quanto menos a gente se ama, mais, de forma inconsciente, sabotaremos o nosso crescimento profissional e financeiro. Afinal de contas, quando você não gosta de alguém, você deseja que esse alguém cresça? Duvido. O mesmo acontece com você mesmo. Quando a nossa autoestima é baixa, somos o nosso próprio inimigo a nos sabotar.

Faça o investimento mais rentável do mundo – Depois que passei a ler e a passar por cursos e trabalhos diversos de autoconhecimento, toda essa parte invisível foi trabalhada e muita coisa negativa foi eliminada. O resultado disso é que deixei de viver uma situação financeira péssima e a minha renda aumentou em mais de 6 vezes em alguns anos. Ou seja, invista em curar sua parte invisível.

 

Suicídio – Três mensagens curtas a seguir – Vale a pena ler até o fim com muita calma.

 

Um Braço Amigo

Aquela era uma noite como outra qualquer para aquele moço que voltava para casa pelo mesmo roteiro de sempre, há três anos. Ele seguia tateando com sua bengala para identificar os acidentes do caminho, que eram seus pontos de referência, como todo deficiente visual. Mas, naquela noite, uma mudança significativa havia acontecido no seu caminho: um pequeno arbusto, que lhe servia de ponto de referência e estava ali pela manhã, fora arrancado.

A rua estava deserta e ele não conseguia mais encontrar o rumo de casa. Andou por algum tempo, e percebeu que havia se afastado bastante da sua rota, pois verificou que estava numa ponte sobre o rio que separa a sua cidade da cidade vizinha. Era preciso encontrar o caminho de volta. Mas como, sem o auxílio da visão?

Começou a tatear com sua bengala, quando uma voz trêmula de mulher lhe indagou:

– O senhor está encontrando alguma dificuldade?

– Acho que me perdi, respondeu o rapaz.

– Foi o que pensei, comentou a mulher.

– Quer que o acompanhe a algum lugar?

O rapaz lhe deu o endereço e ela, oferecendo-lhe o braço, o conduziu até à porta de casa.

– Não sei como lhe agradecer, falou o moço.

– Eu é que lhe devo um sincero agradecimento, respondeu ela, já com voz firme.

– Não compreendo, retrucou o rapaz.

E a jovem senhora então explicou:

– Há uma semana meu marido me abandonou. Eu estava naquela ponte para me suicidar, pois geralmente àquela hora está deserta. Aí encontrei o senhor tateando sem rumo e mudei de ideia.

A mulher disse boa noite, agradeceu mais uma vez, e desapareceu na rua deserta.

***

Também, em nossas vidas, talvez tenhamos passado por experiências semelhantes à das personagens dessa história. Quantas vezes já não sentimos vontade de sumir, de pôr um fim ao sofrimento que nos visita e um braço amigo nos sustentou antes da queda. Ou, quiçá, já tenhamos nos sentido perdido, sem rumo, sem esperança, e uma voz se fez ouvir e nos indicou uma saída. Quem já não se sentiu numa situação assim, vivendo ora como o socorro que chega, ora como o socorrido?

Tudo isso nos dá a certeza de que nunca estamos sós. Alguém invisível vela por nós e nos oferece um braço amigo nas horas de desespero. Ou, então, inspira-nos a oferecer nosso apoio a alguém que está à beira do abismo.

A esse alguém é que alguns chamam anjo da guarda e outros de espíritos protetores. Não importa o nome que lhes demos, importa é que seguem conosco vida afora, sem cansaço.Pense nisso!

Você costuma olhar ao seu redor, no seu dia-a-dia?

Costuma prestar atenção naqueles que seguem com você pelo mesmo caminho?

Se já tem o hábito e a sensibilidade de se importar com os semelhantes, talvez tenha sido um anjo desses a alguém em desespero.

E se ainda não havia pensado nisso, pense agora. E comece a ser um braço amigo sempre disposto a conduzir alguém com segurança.

Redação do Momento Espírita, adaptação de história da revista Seleções do Reader’s Digest, agosto/55, pág. 55, “Flagrantes da vida real”. www.momento.com.br

***

Carta de um Suicida

Querida Mamãe, estou aqui pedindo o seu perdão e a sua benção. Mais de uma ano se passou, mas a minha saudade e o meu sofrimento ainda não passaram. Não chore mais, Mãezinha. Sei que a minha ingratidão foi grande demais. Compreendi tudo, mas era tarde.

Creia que amanheci naquela Terça-feira, quatro de maio, pensando em descobrir como iria encontrar um presente para o seu carinho no Dia das Mães. Pensava nas aulas, em minha professora Juvercídia e quando procurava concentrar-me nos livros para estudar; entretanto, quando vi o veneno, uma força estranha me tomou o pensamento. Avancei para o suicídio quase sem conhecimento, embora muitas vezes não ocultasse o desejo de morrer. Tudo sem motivo, sem base.

A senhora me deu tudo – amor, segurança, tranqüilidade, proteção. Não julgue que me faltasse isso ou aquilo. O que eu sentia era uma tristeza que só aqui, no Plano Espiritual, vim a entender … O assunto é tão longo e o tempo é tão curto. Se pudesse, desejava formar as minhas letras com lágrimas para que a senhora me perdoasse pelo arrependimento que trago. Não sei, Mamãe, não sei ainda. A princípio, me vi numa nuvem com a garganta em fogo e uma dor que não parecia ter fim.

Talvez exagerasse as cousas que eu sentia, talvez guardasse impressões da vida que eu não devia guardar. O que é mais doloroso é que provoquei a morte do corpo, sem razão. Sofrimentos no mundo são problemas de todos. E por isso quando me vi na sombra que me envolvia toda, vozes me perguntavam porque, porque fizera aquilo se eu estava consciente de que a morte não mata ninguém …

Chorei muito, mais do que choro hoje, até que me vi no regaço de uma senhora que me disse ser a Vovó Ana. Ela me ensinou a orar de novo porque a dor não me deixava trabalhar com a memória. Amparou-me e como que me limpou os olhos para que eu enxergasse a luz do dia. Então reconheci que as trevas estavam em mim e não fora de mim. Fui internada numa escola-hospital, onde muitas crianças estão sob a vigilância daquele amigo que nos deu nome à casa de ensino Jerônimo Carlos Prado, – e com a bênção dos muitos amigos que encontrei aqui, vou melhorando.

Faltava-me vir até o seu coração e rogar a sua tolerância de mãe. Venho pedir-lhe para que não deseje morrer. Viva, mamãe, e viva tranquila. As lutas da vida são lições. Creio saber que a senhora já sofreu muito. Sofra agora com a sua filha a pena de não ter sabido esperar. Para mim, a sua paz será a minha paz.

Sei que Teodoro, Divino, Adelícia e os outros corações queridos são todos seus filhos abençoados, mas eu, Mamãe, não sei porque, fiquei aflita para que o tempo passasse e caí pela rebeldia. Não soube guardar a fé, mas a sua bondade fará o que não fiz. Terá a senhora paciência bastante para tudo tolerar e compreender. Agradece as suas preces e orações das amiguinhas que não me esqueceram.

Agradeça por mim a Santa Terezinha e a todas as irmãs o amparo que me enviaram e ainda me enviam. Por enquanto, trago comigo a faculdade de ouvir todas as repreensões e queixas, perguntas e comentários em torno de mim. E, particularmente, ouço a senhora constantemente a falar que perdeu o gosto de continuar a viver. Ajude-me.

Não pense assim. Dê-me os seus pensamentos de paz e de alegria. Preciso de você, Mamãe, como a senhora não pode imaginar. Aqui é um lugar que pode ser distante, mas há um processo de intercâmbio pelo qual ainda estamos juntas. Ampare-me, amparando a senhora mesma.

Os Benfeitores daqui me aliviam e me abençoam, mas estou nas dificuldades que criei. Deus, porém, nos sustentará para que, um dia, eu possa ser útil ao seu carinho. Mamãe, receba o meu coração de filha faltosa e abençoe-me. Sua paciência e seu amor são bênçãos que chegam até aqui. Ore por sua filha e compadeça-se.

Amanhã, serei melhor. Até lá, preciso de você e de seu amparo, como o faminto sente falta de pão.

Não posso escrever mais. Os amigos que me socorrem e guiam dizem que é preciso terminar. Mãezinha, ame-me ainda. Sou mais necessitada agora do que antes. E guarde o coração de sua filha faltosa e reconhecida,

<<< Lucia >>>

***

Jovem suicida

Talvez você já tenha dito ou ouvido a infeliz afirmativa: “se eu uso drogas, o problema é meu, e ninguém tem nada a ver com isso. A droga só a mim prejudica” . Se você pensa dessa maneira, gostaríamos de lhe convidar a fazer algumas reflexões a respeito, sob outro ponto de vista.

Você já deve ter visto, ao vivo, pela TV ou nos jornais, a triste imagem de uma criança de oito anos de idade ou de um adolescente de doze, com uma metralhadora na mão, a serviço dos traficantes de drogas, não é mesmo?

São cenas chocantes e deprimentes, você há de convir… No entanto, você jamais deve ter pensado que, usando drogas, está colocando o dinheiro na mão do traficante para que ele compre a arma e a coloque nos ombros dessas crianças. Você já deve ter visto o sórdido espetáculo de uma mãe desesperada, com o coração sangrando e o rosto banhado em pranto, debruçada sobre o cadáver do filho querido que foi morto tentando fazer com que a “mercadoria” chegasse às suas mãos.

Você, que é consumidor, talvez não tenha se dado conta, mas é um dos responsáveis pela violência gerada nesse disputado mercado das drogas. Você, que é usuário de drogas, ainda que seja de vez em quando, está contribuindo com a corrupção nutrida no submundo das drogas, e fomentado a disputa sangrenta pelo consumidor, que enche os bolsos dos poderosos do tráfico, dizimando vidas e matando esperanças.

Lamentavelmente, a grande maioria desses consumidores não percebe que o mal que causam está longe de ser “um problema seu”, como afirmam. Não se dão conta de que seu vício é alimentado com sangue e lágrimas de muitos. Em nome da satisfação de seu egoísmo, o consumidor de drogas deixa um rastro de sangue sem precedentes… E responderá por isso perante as leis divinas, sem dúvidas. Recentemente as mídias noticiaram o assassinato de um jornalista, que foi executado a sangue frio pelos “donos do pedaço” que ele invadira no cumprimento do seu dever de profissional comprometido com a verdade.

O povo se manifestou. Houve passeatas, protestos e pedidos de justiça. Muito louvável, não há dúvida.
Mas, quantos daqueles que empunharam a bandeira da paz e da justiça não terão contribuído para que aquela execução se realizasse?

Quantos executivos que, sentados em suas poltronas de luxo criticam a violência, sem se dar conta de que esta é alimentada pela farta mesada que colocam nas mãos de filhos viciados. Você há de concordar que não haveria esse mercado infame das drogas se não houvesse o consumidor. Quando vemos a cínica expressão de um prisioneiro que comanda o terror de dentro da prisão, temos que admitir que ele age dessa forma porque tem “costas quentes”, e está seguro de que nada lhe acontecerá.

E você, que é consumidor de drogas, está financiando esse mercado bilionário, alimentando esses tiranos cruéis que enriquecem graças a sua frágil vontade de encarar a vida de frente e de mente lúcida. Mas essas não são as únicas desgraças que um viciado provoca. Há aquelas que acontecem dentro do seu próprio lar. Aquelas capazes de dilacerar um coração de mãe ou de pai, de irmão ou de filho, com atitudes inconseqüentes e egoístas.

Se você ainda não havia pensado nessa questão sob esse ponto de vista, pense agora. E, se pensar com sinceridade, perceberá que o vício está longe de ser um problema só seu, que só a você prejudica. Faça um balanço urgente e tome a decisão acertada: boicote as drogas. Empobreça esses abutres que se alimentam das vidas dos dependentes descuidados. Se lhe faltarem as forças, busque ajuda de profissionais especializados e confie seu coração àquele que foi e continua sendo O maior Psicoterapeuta de todos os tempos: Jesus cristo. Seu atendimento é gratuito, basta busca-Lo através da oração.

Se as drogas ainda não destruíram por completo o seu senso crítico, reflita agora sobre tudo isso e mude o rumo dos seus passos. Temos certeza de que você conseguirá. – Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita.

 

  • Problemas na Vida Conjugal

Aos que sofreram uma desilusão amorosa – clique aqui

 

Pontos para os cônjuges

Reconhecer que o outro é um espírito por si, com ideais e tendências diversas.
Jamais abandoná-lo aos próprios deveres e lutas, alegando que possui tarefas diferentes.
Apoiá-lo nas esperanças, para que as realize.
Afastar dele quaisquer assuntos tendentes a turvar a confiança recíproca e aceitar a importância do problema sexual de um para o outro.
Evitar rixas e discussões e não assumir compromissos fora de casa sem ouvir-lhe a opinião.
Entender que o amor inclui o respeito, a cortesia, a afabilidade e a discrição.
Fugir do relaxamento e do desperdício.
Adaptar-se ao nível econômico e social em que estão, embora devam trabalhar por melhorá-lo.
Não constranger a vocação dos filhos e não enganá-los com respostas ociosas.
Não sacrificar a harmonia e segurança do lar sob pretexto de exigências religiosas ou sociais.
O matrimônio é uma escola e devem os cônjuges fazer quanto possível para que não seja alterado o programa aceito, ao reencarnarem, com separações reconhecidamente desnecessárias.

André Luiz / Médium Chico Xavier – Livro: O Sol Nas Almas (extrato) – Ed. CEC

 

.

.

PARTE 13 – MEDIUNIDADE E EFCs DESCONTROLADAS

EFCs – Experiências Fora do Corpo. – Pode parecer raro, mas não é. Há muitas pessoas que acham que estão ficando loucas por questões de eclosão de parapsiquismo, coisa humana, “fisiológica” e natural, porém rejeitado e até negado para cultura acadêmica e científica pautados no falido paradigma cartesiano.

O problema é a ignorância e o medo, e muito disso se apresenta ainda pior quando carregado de ranço e fanatismo religioso. Veja bem, não é uma crítica ou postura emocional de nossa parte argumentar isto, mas negar fatos paranormais é como negar que existam os sonhos, as dores de cabeça e o prazer sexual. Mas há quem os negue.

Não vamos e nem estamos aqui para convencer ninguém de nada, só queremos auxiliar, mas só desejamos auxiliar quem quiser ser auxiliado. Não queremos e não vamos incomodar ninguém. Sua religião e possível fanatismo são (poderão ser) opção sua, que respeitamos.

Para nós é fato simples, sadio, normal e cotidiano:  A MEDIUNIDADE, OS ESPÍRITOS, AS EXPERIÊNCIAS FORA DO CORPO são um fato e pronto. E é por esta base que tentamos auxiliar. E a propósito: nós não temos religião nenhuma, pois a melhor religião é a busca da fraternidade e o autodesenvolvimento através do autoconhecimento consciencial (psicológico e parapsicológico).

Se você está tendo experiências fora do corpo, vendo seu corpo, vendo espíritos quando está cochilando, tendo aquela sensação maldita de paralisia no cochilo ou sono (catalepsia projetiva), está ouvindo zumbidos e estalidos fracos ou fortes, está sendo puxado do corpo e lavado a “locais” desagradáveis, então faça contato, peça ajuda por perguntas a:

Aqui você entra numa lista de discussão para trocar ideias e também fazer perguntas, mas vá devagar que eles são muito rigorosos:

Se seu problema for mediúnico e você já está de saco cheio de ouvir religiosismo piegas e ortodoxos que te mandam ir “trabalhar no Centro” faça perguntas por este formulário:  Contato.

Leitura recomendada sobre Experiências Fora do Corpo ou Viagem Astral. Atenção: após clicar nos livros seguintes role a página e veja no rodapé os números para clicar e navegar:

 

.

..

PARTE 14 – SOU VÍTIMA DE MAGIA NEGRA

Agora que se difundem cada vez mais os livros de magia, muitas pessoas que os lêem, vêem a magia negra por toda parte, e lhes atribuem as dificuldades que podem encontrar na vida cotidiana. Se lhes acontece um incidente, uma doença, alguma dificuldade no trabalho, eis que começam a imaginar a existência de alguma pessoa ciumenta que, por ressentimento nas suas lutas, pratica a magia negra contra eles. Não contam a esse respeito, mas eu vejo, sobretudo, que basta algum olhar, alguma palavra, algum gesto e alguma coincidência insignificante, para disparar a imaginação de alguém. Imaginação que depois faz o resto. Sim, ele interpreta e se lança em elucubrações extraordinárias, atormentando-se a si mesmo, e não encontrando a correta atitude interior. Palavras do mestre Aivanhov.

A magia negra existe. Eu sei disso, mas sei também que nós temos o poder de amplificar ou diminuir as coisas através da nossa maneira de considerá-las. Como a magia negra existe – admitimos também que existam pessoas mal intencionadas que querem nos atacar através disso – então, se confiarem no seu poder, reforcem-no. Digam a si mesmos que são o filho de Deus, a filha de Deus, e não poderão ser atingidos tão facilmente pelas forças do mal, e passarão por elas. Por isso eu lhes peço, se sofrerem uma derrota, uma doença, um incidente, uma ruptura, não se apressem em atribuir esses fatos à magia negra, mas procurem, antes de tudo, se perguntarem com sinceridade se a causa dos seus males não está dentro de vocês, e procurem compreender o que devem fazer para melhorarem as coisas. Não percam tempo em elucubrações que só os conduzirão ao recrudescimento dos seus sofrimentos. Palavras do mestre Aivanhov.

É impossível abordar a ciência esotérica sem tocar, mais cedo ou mais tarde, na questão da magia e, em especial, da magia negra. Mas a magia negra é um campo que é mais razoável deixar à parte e, sobretudo, é preciso evitar pensar que se possa ser vítima dela. Quem teme ser vítima da magia negra, atrai para si correntes negativas. Sim, porque esse temor o torna vulnerável e, portanto, receptivo aos elementos obscuros de todo tipo que flutuam na atmosfera. Ocorre como nas epidemias: se vocês estiverem frágeis, receptivos, serão infectados por todos os micróbios das pessoas que encontrarem. Mas, se estiverem fortes, resistentes, emissivos, passarão incólumes. Palavras do mestre Aivanhov.

Então, não se preocupem com a magia negra: reforcem-se, pensem na luz, trabalhem com a luz, e será a luz em vocês que repelirá tudo o que é negativo. Uma roda que gira muito rapidamente repele a lama, mas ao girar mais lentamente, todas as sujeiras colarão nela. Até a fonte que jorra com força espalha as folhas e os galhos que poderiam obstruí-la. Então, ao invés de se deixarem levar pela preguiça psíquica, tornem-se como uma fonte. Palavras do mestre Aivanhov.

Magia

A magia negra é basicamente emocional. Só funciona nas vítimas que estiverem na mesma freqüência emocional dos feiticeiros e seus asseclas astrais.

A energia gerada pelas egrégoras negras funciona através do ódio, do medo e da sugestão, e o objetivo é sempre a dor e o desespero.

Na verdade, o que todo feiticeiro deseja é a ditadura espiritual e o domínio sobre os outros, através das forças elementares da natureza. O feiticeiro deseja comandar, mas acaba, ele mesmo, sendo um escravo das forças negras que desencadeia.

O mal vai e vem. A semeadura das ações é livre, mas ninguém deve esquecer que a lei do carma é inexorável e regulada por códigos siderais, que estão além do entendimento dos homens.

Se a semeadura é livre, a colheita é obrigatória. Quem planta o mal, acaba conhecendo espinhos. Quem planta o amor, não é bem compreendido no seio de seus irmão terráqueos, que chafurdam ainda na animalidade, mas é compreendido pela natureza e pelo tempo, que na devida ocasião, apresentam-lhes os frutos harmônicos do bem, pois, quem planta amor colherá, sem dúvida, muito carinho pela eternidade afora.

Quem ninguém se esqueça da própria imortalidade e nem dos atributos internos que toda boa pessoa deve ter.

A melhor maneira de defender-se do mal não é usar nenhum amuleto, círculo mágico ou ritual obscuro, mas sim, usar o talismã do bom pensamento; a magia branca do amor e do perdão; o mantra da boa palavra; a energia do sentimento e, acima de tudo, o ritual de ser uma pessoa equilibrada a todo instante.

Paz e Luz! – Ramatís – Recebido espiritualmente por Wagner D. Borges

 

.

.

PARTE 15 – TERAPIAS QUE RESOLVEM, ESCOLHA A SUA

Há uma série de porcarias infestando a internet, são os chamados milagreiros New Age ou Curadores Nova Era. Há muito misticismo, mitificação, enganação, tudo por dinheiro, fama e conquista de seguidores. Sobre as terapias a seguir damos os nomes, mas explicamos melhor no e-book gratuito que pode ser baixado aqui: http://consciencial.org/tudo-gratis/ – lá você vai encontrar muitos outros e-books grátis, baixe os que quiser e não deixe de pesquisar mais sobre as terapias que indicamos.

Vamos postar aqui terapias que FUNCIONAM COMPROVADAMENTE por serem clássicas, científicas ou já respeitadas e endossadas por gente séria. Inclusive foram testadas por Dalton e Andréa:

  • TVP – Terapia de Vidas Passadas,
  • Microfisioterapia
  • Medicina Andtroposófica
  • Homeopatia
  • Florais
  • Reiki
  • Respiração Holotrópica
  • Constelação Familiar
  • Fitoenergética – para Terapia Holística com Fitoenergética a distância www.transmudar.com.br
  • Fitoterapia
  • EFT
  • Psicologia Transpessoal
  • Terapia Corporal

Há outros tratamentos como Apometria, mas não adianta fazer alguns atendimentos sem modificar o comportamento mental na vida. A Apometria sozinha não resolve nada, tem que ser seguida de alguma terapia que dê suporte psicológico ao paciente e muitas terapias que indicamos dão. O passe é apenas coadjuvante, para quem gosta deve ser semanal e contínuo, mas alguma terapia deve ser efetuada.