A NEW AGE COMO NICHO CONSCIENCIAL – DIÁLOGO COM AMPARADOR

A NEW AGE COMO NICHO CONSCIENCIAL – DIÁLOGO COM AMPARADOR

(..) E eis-me aqui de novo em redenção intelectual e projetiva, sentindo a gratidão de poder ser esclarecido, a gratidão de poder reciclar minha perspectiva publicamente, como sempre, explicando as coisas por A mais B, com simplicidade e sem firulas mistificadoras. (…) Dalton

A NEW AGE COMO NICHO CONSCIENCIAL – DIÁLOGO COM AMPARADOR

Após ter escrito alguns artigos bem questionadores sobre o movimento NEW AGE mundial, eu fiquei me questionando se estava sendo severo demais, crítico demais, afinal, sou muito preocupado com a qualidade das informações espirituais / espíritas / espiritualistas no sentido de auxiliar e informar as pessoas de forma ética e correta.

A missão de minha alma, missão de minha vida ou dharma, é direta e objetivamente a lidar, captar espiritualmente informações conscienciais libertárias, explicá-las, ser didático, mas profundo, e ofertá-la a um público, que deseja progredir espiritualmente SEM SER ENGANADO, com dicas práticas, sólidas e factíveis, a modo não dependerem de ninguém.

Sim, as pessoas têm o divino dentro de si, o que chamam de SELF, de EU SOU, do CRISTO INTERNO, do SER CRÍSTICO, não importa o nome, e o objetivo da dupla evolutiva Dalton e Andréa do SC – Sensibilização Consciencial é libertar o deus dentro de ti, dentro do leitor, dentro do aluno, para que ele não seja nunca enganado, possa evoluir sozinho sem dependências e não acredite em “milagres”, em saltos evolutivos sem esforço, porque isso não existe. Claro, que paralelamente vamos aprendendo a libertar o deus dentro de nós também.

Tal compromisso cármico-dhármico, eu Dalton, contraí em contrato pré-reencarnatório com o espírito RAMATÍS e toda sua equipe, em período intermissivo recente. Daí o fato de eu não abrir mão disso.

RAMATÍS falou comigo:

“Ajude as pessoas, informe-as bem, seja ético na informação, faça o que puder, mas não deixe nunca de tentar melhorar a si mesmo”.

Eu digo, não tem firula, não tem mistificação, é simples demais, e não acontece apenas comigo. Tenho outros colegas / amigos que estiveram lá na Colônia Espiritual do Grande Coração (muito provável) e eles também possuem ostensivo trabalho espiritual em seus dharmas, e quem conhece minha história, também conhece tais nomes, que são pessoas simples, bem humoradas, até irreverentes demais, as vezes irônicos, as vezes “sacanas”, sem estrelismo nenhum, como sugere um bom nível evolutivo de coração universalista.

Livro O Karma e suas Leis - Ramatis

Livro O karma e suas Leis – Ramatis

Existem outros parceiros da Colônia do Grande Coração, que também conheço pessoalmente que não estão em trabalho espiritual dedicado nenhum. Estão cuidando das famílias, das profissões, dos contatos sociais, não trabalham com espiritualidade diretamente como eu, mas a praticam, estudam, leem e cumprem seu papel evolutivo conforme sua programação existencial (dharma) e possuo um prazer enorme de tê-los como amigos e colegas, e gratidão, por suas eventuais ajudas.

Foi muito fácil encontrar estes parceiros evolutivos aqui em Curitiba, PR e também na web, que me aproximou muito de algumas pessoas de São Paulo capital e São Paulo estado. Conheci e tenho convivido com os maiores nomes do Brasil, com uma oportunidade (sincronicidade) incrível de aprender e aprender, sou grato a Deus e aos amigos espirituais por isto.

Essa chama espiritual é o ar que respiro, ela queima dentro de meu peito, ela me emociona, ela me faz sorrir, ela me faz chorar, ela me faz prosseguir sempre, embora não me isente de meus terríveis defeitos e do passado delituoso, que ainda ecoa em minha alma, como vocês, estou aqui apenas para aprender e tentar progredir.

Então, a questão da informação espiritualista não ser científica, é sim, uma coisa séria, pois qualquer um pode distorcer. Mas eu por questões de sincronicidência (brincadeira, é sincronicidade com coincidência kkk) me formei Engenheiro Civil e me tornei um professor em informática, quero dizer, alguém com perfil técnico e bem observador. Isto me tornou um pouco mais crítico, metódico ao organizar dados, informações e conhecimento. Além do mais sou professor há mais 23 anos, o que me propicia certo treinamento.

Bem, a questão é que em todas as áreas, ramos, nichos, profissões, temos as pessoas de má fé. Sim, temos os golpistas, os que gostam de ganhar dinheiro fácil e enganar as pessoas, isto o leitor não pode negar. E claro, no advento da NEW AGE também não poderia ser diferente!

Livro Mensagens de Ramatís

Livro Mensagens de Ramatís

O que quero dizer é que há muitas pessoas, profissionais, terapeutas, espiritualistas bons dentro do movimento NEW AGE (não sei dizer se é maioria ou minoria), mas sei que em todo lugar há mentira, fraude e corrupção. E eu, Dalton, uma pessoa metódica e rigorosa na dissecação e organização do conhecimento, preocupado com você leitor, preocupado em LHE PROTEGER, fui e tenho sido bastante crítico em relação as informações New Age na web. Minha argumentação pode ser confirmada com todos esses colegas de dharma a que me referi, tal opinião é uma unanimidade entre nós.

Mas como digo, não quero apenas aprender, preciso aprender a aprender, ou seja, tenho que ir sempre tentando me superar, seja qual for meu ponto de vista. E durante esses dias, fiquei com isto na cabeça: será que estou sendo duro demais? O que não estou enxergando? Ontem, 16/05/2016, deitei-me pedindo ao amparador para me elucidar isso e não deu outra, acordei com a resposta e estou aqui digitando este sentimento, digo, este texto.

O amigo espiritual conversou comigo fora do corpo:

Dalton, cada parcela da população tem um nicho consciencial;

Você mesmo defende o trabalho dos Gasparetto, em detrimento da severa críticas dos espíritas ortodoxos a eles, pois, eles ocupam um nicho consciencial que o Espiritismo convencional e o Espiritismo Universalista não preenchem, e todo nicho consciencial tem que ser atendido;

O que acontece com o movimento Nova Era, é sua simplicidade, sua cultura popular, sua humildade, seu nível ainda simples de intelectualidade, eles precisam disso,

E claro, em todo meio há as naturais distorções, muitas não são de má fé, e como todo meio há os espertalhões,

Faça seu trabalho, esclareça as pessoas e não se preocupe com isso, voe…

E eis-me aqui de novo em redenção intelectual e projetiva, sentindo a gratidão de poder ser esclarecido, a gratidão de poder reciclar minha perspectiva publicamente, como sempre, explicando as coisas por A mais B, com simplicidade e sem firulas mistificadoras.

O trabalho continua, no mesmo nível, sempre profundo, sempre cortante, sempre sendo desconstruído e reciclado, numa alma que sabe que o maior dharma, o maior trabalho espiritual NÃO É VEICULAR A INFORMAÇÃO, mesma sadia, mesmo inovadora, mas a sempre fundamental reforma da íntima, na eterna busca da AUTOCURA que remexe as profundidades abissais do ser e dos dolorosos carmas do passado.

Eu sou o Dalton, que se desconstrói muito mais que você pensa…

***

A NEW AGE COMO NICHO CONSCIENCIAL – DIÁLOGO COM AMPARADOR – PARTE II

E como se não bastasse, na noite seguinte (de 17 para 18/05/2016) as projeções e diálogos com amparador continuaram, e para minha contínua desconstrução, acordei – de novo – mais constrangido com vários sentimentos.

Acordei constrangido, o que me trás certo desconforto, mas também sentia orgulho de mim, pois estava me autodesafiando tanto, que simplesmente os amigos espirituais estavam me retirando do corpo e explicando isso e aquilo com muita fluência e desenvoltura, tipo, o Dalton quer aprender e se reciclar com muita vontade e de coração, então terá! (Emoção…).

Livro Estudos Espiritualistas 300

Livro Estudos Espiritualistas

Eles, os mentores, me lembraram de um artigo que captei do Mestre Ascencionado Ramatís – que chama-se O MESTRE – que, por acaso, aborda um pouco a questão do “ser” e da “linha evolutiva” que ele se ocupa.

No caso, a “New Age” não é linha evolutiva, apenas um nicho genérico e enorme, mas de certa forma, o conteúdo do texto “O Mestre” ainda serve em parte.

Quero dizer, não importa a linha evolutiva escolhida (se mais ou menos “evoluída” – medida cartesiana), mas a relação de ética e cosmoética que o sujeito tem com ela. É o que chamo de auto-ética ou autofidelidade, quando o sujeito adota certos princípios espiritualistas e a eles é fiel, e é isso que importa.

Também tem uma questão muito importante, a qualidade das energias do ser. Assim, a linha evolutiva não interfere nisso, o sujeito pode estar numa linha intelectualizada e de conhecimentos sofisticados e ter energias péssimas (ser um canalha ou um anti-ético, etc), ou pode estar numa linha simples, rude e semi-analfabeta e ter energias benfazejas, desejando de coração o bem a todos, não julgando, não criticando ninguém.

Então, a rigor, do ponto de vista espiritual ou evolutiva, não importa o paradigma que a pessoa trabalhe, paradigma cartesiano, paradigma quântico, paradigma consciencial, o que importa é o que vem do coração.

Eu ministrei aulas de informática em escolas em Curitiba, tive uma aluna que era dentista e se tornou muito amiga (não a vejo há tempos) e também me tornei cliente dela. Uma pessoa muito católica, simples e maravilhosa, trabalha e vive no paradigma cartesiano, mas tem um espiritualidade muito elevada e uma energia de amor e cura impressionante.

Eu chegava lá para tratar dos dentes e sentia aquela enrgia maravilhosa, e ela sempre recebia minhas mensagens, conhecia o meu site e tudo mais. Claro, que uma pessoa boa não vai ser radical quanto a opção religiosa / espiritual do outro, então ela gostava de meus textos, apesar de ser católica, e não acreditar em reecarnação e etc, sempre com relação legal e transparente comigo.

Então eu me sentava na cadeira de dentista e pedia a ela uma bênção (kkk), ela me dava um passe que me anestesiava e o tratamento fluia maravilhoso.

Então, meus amigos, meus parceiros, meus leitores, meus críticos julgadores, eu estou aberto a mudar, a me reciclar e me superar, posso aprender com qualquer um, com minha sensibilidade e minhas experiências, tanto físicas e humanas quanto as espirituais e extrafísicas, e temos que procurar desenvolver em nós o amor, o servir, o aprender, mas também a estudar, a pesquisar, a pensar e discernir, pois a intelectualidade, a infoprmação correta e ética SÃO IMPORTANTES SIM!

Imagine se a ciência medicina ou a ciência engenharia estiverem utilizando informações incorretas? Pessoas irão morrer na mesa de cirurgia e embaixo de escombros das construções! Assim, os terapeutas, os ensinamentos espiritualistas, cursos, workshops, etc., DEVEM SER ÉTICOS e sem oferecer milagres, facilidades, saltos quânticos impossíveis, ascenção sem erforço e panacéia universal.

Livro Paradigma Consciencial

Livro Paradigma Consciencial

EU VOU CONTINUAR meu trabalho de esclarecimento e discernimento, seguindo a minha ética e ainda tenho muita coisa a lançar.

Se você me apóia, se manifeste, me ajude, me incentive porque preciso sim de motivação, embora eu não estacione jamais.
As tais pessoas com energias boas que citei, independente da linha que, opção espiritual, evolutiva que frequentem, por serem boas, me compreenderão.
As pessoas menos flexíveis, outras por não terem discernimento consciencial e outras por sentirem seu mercado de cliente$ ameaçado não compreenderão e me atacarão.

Porém, me sinto muito bem apoiado pelos amigos espirituais e os Mestres Ascencionados que desejam, no mínimo, as duas coisas para a humanidade: o amor do coração que exala as boas energias de cura e autocura e a informação lúcida, madura, livre e sadia que liberta.

***

Um pequeno detalhe sobre minha opinião quanto aos Mestres em nossas vidas:

Para mim os Mestres genuínos “baixam” por aqui sim, para conversar conosco, no devido contexto proveitoso e útil, e muitos deles vem com o biotipo de “Pretos Velhos” e similares, sempre simples, as vezes como pessoas humildes anônimas em Centros Espíritas mais conservadores, e em certos casos até como “Doutores” para conseguirem o acesso aos mais ortodoxos. Suas mensagens são simples, rápidas, profundas e tocam as almas. Eles estão nas religiões, templos e igrejas, como disse sempre aproveitando o contexto assistencial, para não inflarem o ego de ninguém. Sua aparição não é ostensiva e nem empolada, não é “impressionante” e linguagem rebuscada. A linguagem de mensagem direta é sempre simples e direta ao coração, no caso de textos podem até ser poéticas, mas sempre com conteúdo que expande consciências.

Dalton – www.consciencial.org


Textos correlatos sobre mestres:

CONVERSANDO COM OS MESTRES

ADORANDO MESTRES

MESTRES DEMAIS

OS MESTRES DA MODA

MESTRE E DISCÍPULO


Eu gostaria muito de melhorar e enriquecer este texto, peço sua opinião. Você pode escrevê-la por aqui ou me passar um contato direto. Estou disposto a editá-la e alterá-la para melhor se você prezado leitor me indicar erros técnicos ou conceituais. Sou flexível em rever minha posição, sou humilde  e posso aprender com você.

Tags: Mestres, Mestres Ascensionados, Fraternidade Branca, Grandes Mestres, Mestres professores, Mestres frases, Mentores, Amparadores, Amigos espirituais, Orientadores Evolutivos, Serenões, Serenão, Mestres espirituais, Mestres conscienciais, Mestres da alma, Orientador Evolutivo, Engenheiros Siderais, Maiorais Sidéreos, Consciências Livres, Conclave espiritual, Conclave sideral, conselho cármico, senhores do carma, arcanjos, anjos, devas,

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)