PRÁTICA PROJETIVA – TÉCNICA DO DESDOBRAMENTO MUSCULAR

PRÁTICA PROJETIVA – TÉCNICA DO DESDOBRAMENTO MUSCULAR
  • Posição: deitado em decúbito dorsal (barriga para cima).
  • Estado: relaxado e sem qualquer ansiedade.
  • Características: criar um relaxamento profundo em todo corpo, na mente e no duplo etérico*, para facilitar o desprendimento do psicossoma**.
  • É extremamente importante se despir do estado de ansiedade, tanto nesta como em todas as práticas a fim de obter melhor êxito nas projeções. A fim de relaxar o máximo possível, você poderá tomar um banho quente antes e colocar uma suave música de fundo.
  • O objetivo é relaxar o corpo e trabalhar suas bioenergias. Quanto mais trabalhadas, mais fluidas ficarão, facilitando as saídas do corpo***.

Iniciando a prática:

  • Prepare seu caderno de anotações de cabeceira. –
  • Não esteja de estômago cheio. –
  • Use roupas largas e macias sem excesso de cobertas. –
  • Não cubra a cabeça jamais. –
  • Não deite-se pensando em apagar, mas em relaxar mantendo a mente alerta. –
  • Leia alguma coisa sobre projeção. –
  • Faça um relaxamento, mas não cochile e nem durma, senão perderá o exercício. –
  • Dinamize sua força de vontade, multiplicando por 1000 o desejo de se projetar, sem alimentar ansiedades. –
  • Circule as bioenergias, faça uma prática bioenergética durante uns 15 ou 20 minutos. –
  • Exteriorize energias em seu ambiente, com fartura, por uns 15 minutos. –
  • Evoque seu amparador pessoal e peça ajuda com humildade e sinceridade. –
  • Você poderá alternar diversas vezes entre exteriorizar energias e a mobilização básica de energias. –
  • Por fim, relaxe profundamente, sem devanear, e procure permanecer neste estado, sem dormir e sem criar tensões o maior tempo que puder, ou seja, entregue seu corpo, mas não entregue a mente. –
  • Boa noite, boas projeções! (Texto extraído do livro “Estudos Espiritualistas” – Editora ISC – Curitiba, Paraná – 2008****).

Notas do Texto:

* Duplo Etérico – É um campo energético bastante densificado através do qual o psicossoma se une ao corpo físico. É uma zona intermediária pela qual passam as correntes energéticas que mantêm o corpo humano vivo. Sem essa zona intermediária, a consciência não poderia utilizar as células de seu cérebro físico, pois as emanações do pensamento, oriundas do seu corpo mental, e as emanações emocionais, oriundas do seu psicossoma, não teriam acesso à matéria física.

** Psicossoma – do grego, psique – alma; e soma, corpo. Significa literalmente “corpo da alma” – Expressão usada inicialmente pelo espírito André Luiz nas obras psicografadas por Francisco Cândido Xavier e por Waldo Vieira, nas décadas de 1950-1960, que atualmente é mais usada pelos estudantes de Projeciologia. Sinonímias: Corpo espiritual – Cristianismo – Cor. I, cap. 15, vers. 44. Corpo astral – do latim, astrum – Estrelado – expressão usada pelo grande iniciado alquimista Paracelso, no séc. 16, na Europa, e por diversos ocultistas e teosofistas posteriormente. Perispírito – Espiritismo – Allan Kardec, séc. 19, na França. Corpo de luz – Ocultismo.

*** Projeção da Consciência – é a capacidade parapsíquica – inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico. Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo. Projeção astralTeosofia. Projeção do corpo psíquico – Ordem Rosacruz. Experiência fora do corpo – Parapsicologia. Viagem da alma – Eckancar. Viagem espiritual – Espiritualismo. Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores. Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo. Arrebatamento espiritual – autores cristãos.

**** Temas abordados no livro: Experiências fora do corpo, Chacras, Aura, Parachacras, Tela Búdica, Nádis, Kundalini, Prana, Pranayama, Animismo x Mediunismo, Transe anímico, Incorporação, Passe, Passe a Três, Intuído x Inspirado, Ectoplasmia, Multidimensionalidade x Multidensidade, Portais Interdimensionais, Multiversos x Multidimensões, Corpo Astral, Mental, Cordão de Prata, de Cobre e de Ouro, Lastro do Projetor, Egrégoras x Holopensenes, Espiritualismo, Espiritismo, Universalismo, Autoconhecimento Consciencial, Multi, Trans, Inter, Pluri e Metadisciplinaridade, Conceito de Campo, Energia, Bioenergias, Relação Amor x Bioenergias, Práticas Espirituais, Projetivas e Bioenergéticas, Defesa pensênica, Consciente x Inconsciente, Id x Ego x Superego, Ego x Self, Alma x Espírito x Consciência, Estados Alterados da Consciência, etc. Física Quântica, Parapsicologia, Psicologia Transpessoal, Conscienciologia, Teosofia, Meditação, Antroposofia, Gnose, Rosacruz, etc. Técnicas bioenergéticas e projetivas passo a passo.

Se você acha que este texto pode auxiliar alguém espiritualmente compartilhe e divulgue, obrigado!

Gostou desse conteúdo? Queremos saber sua opinião, responda a pesquisa a seguir e deixe seu comentário logo abaixo. E vote nas estrelinhas bem ao fim.
.

[yop_poll id=”1″]

.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.---- "Desvio-me daquilo que não posso aperfeiçoar e me aproximo daquilo que posso. Se não tenho condições de curar meu corpo, tenho condições de curar minha mente e, assim, me libertar para tomar decisões sensatas. Eu escolho o que me preocupa. O pensamento pode ser dirigido tanto para o caos quanto para a quietude. Posso optar por não esboçar infinitamente as “causas” das minhas dificuldades e projetar, no futuro, as suas limitações e agonias. Se não posso evitar que certas pessoas me condenem, posso parar de analisar seus motivos e deixar de defender meus atos. Não importa de quais aspectos eu não goste ou tenha medo, posso interromper minhas desgastantes tentativas de torná-los perfeitos." Hugh Prather - A Arte da Serenidade

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)