EXPERIÊNCIA É A VIVÊNCIA PESSOAL

Já tivemos experiências lúcidas fora do corpo[1], às vezes ouço muito bem meu amparador, li muitos livros, fiz muitos cursos, participei de debates, grupos de estudo, nasci e fui criado no meio de efeitos e fenômenos paranormais, encontrei pessoas boas e más, radicais fanáticos e gente flexível e inteligente, mas a maioria delas fala muito e faz pouco, são os teoricões.

São aqueles que estudam, leem, fazem cursos, são intelectualizados, participam de grupos de estudo, mas param por aí. Não têm parapsiquismo desenvolvido e se têm não são assistenciais ou fraternos uns com os outros. Só produzem para si e nada para a humanidade.

[1] As experiências fora do corpo ou viagem astral se dividem em três categorias: 1. Lúcidas ou conscientes; 2. Semilúcidas ou semiconscientes; 3. Sonambúlicas ou inconscientes. A de item 1 é a mais rara e de rendimento espiritual mais proveitoso e a mais rara na humanidade. Melhor explicada posteriormente.

Tenha uma coisa em mente: você jamais será um bom espiritualista (bom para você mesmo, é claro) se for uma pessoa fechada, intransigente ou séria demais, egoísta ou apenas teórico. Você tem que se relacionar com os outros, ser bom comunicador, criticar menos, compreender e perdoar mais. Espiritualista que não é assistencial não é espiritualista.

Existem muitas pessoas assistenciais que não leram sequer um livro ou fizeram algum curso e nem se denominam espiritualistas, mas são muito mais espiritualistas que todos nós somados.


Autocrítica é a capacidade de enxergar a “ponta de nosso nariz” antes de reparar no “dedão” dos outros.


 

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)