EFT – ACUPUNTURA EMOCIONAL SEM AGULHAS – O QUE É E COMO FUNCIONA

EFT – ACUPUNTURA EMOCIONAL SEM AGULHAS – O QUE É E COMO FUNCIONA

Técnica de Libertação Emocional também chamado Acupuntura Emocional sem Agulhas. Usamos toques leves com os dedos nos terminais dos meridianos da acupuntura para soltar sentimentos negativos (traumas, dores, sofrimentos) guardados. Todo sentimento negativo que guardamos: raiva, mágoa, frustração, medo, baixa autoestima, ansiedade, depressão, fobias, traumas em geral (neuroses) gera bloqueios energéticos com suas respectivas doenças físicas e psíquicas. Quando desbloqueamos a energia negativa contida, soltamos essas emoções e melhoramos.

A técnica for descoberta por um psicólogo americano com conhecimento de acupuntura e Cinesiologia aplicada.

A EFT é um excelente recurso terapêutico que uniu a tradicional medicina chinesa com a Psicologia moderna. O EFT é um poderoso recurso [que pode ser auto aplicado] para lidar com emoções, sensações e crenças não importa o quão arraigadas, negativas e intensas sejam, é uma ferramenta poderosa para melhorar a qualidade de vida nos níveis: mental, emocional e físico.  Não é panaceia universal, e com ressalvas pode ser utilizado para inúmeras coisas.

Emoções, são disposições internas presentes em todos os seres humanos, são tendências pessoais, respostas imediatas aos eventos que vivenciamos e criam uma espécie de “carimbo emocional”, de marca registrada em nosso ser.

Desde o nascimento (na verdade desde a concepção dentro do útero) até a morte, o ser humano sente emoções (positivas e negativas) e elas são sempre necessariamente ancoradas no corpo e também uma coleção de crenças, ideias e pensamentos adquiridos e cultivados, se unem a tais sensações e emoções, atenuando-as ou reforçando-as.

***

A ciência da EFT mal começa a se desenvolver, e todos nós concordamos sobre a complexidade da anatomia e funções não apenas do cérebro, mas de todo nosso complexo bioenergético-consciencial. Uma vez que a EFT existe apenas a partir da década de noventa, não é de se espantar que ela esteja sendo estudada científica (pela Neurociência) e seriamente só agora, da mesma forma que a meditação só foi estudada uma ou duas décadas depois de vir para o ocidente.

PESQUISA CIENTIFICA ETT

Também, é notório que não há interesse da indústria farmacêutica e hospitalar em incentivar tais pesquisas, e se possível elas as boicotam e as desvalorizam (paradigma cartesiano capitalista selvagem).

A EFT pode ser auto aplicada sem que se tenha qualquer treinamento médico, terapêutico ou bioenergético e não se conhece qualquer contraindicação. Portanto, não há muito estímulo em levar a EFT para o campo da medicina, e muito menos interesse em investigá-la.

Estudos mostram que uma grande percentagem, mais de oitenta por cento (80%), de todas as doenças tem uma causa emocional. A saúde física está profundamente relacionada com a expressão das experiências emocionais e mentais em nossas vidas. Por essa razão, a EFT é vista como uma técnica de controle não só da saúde emocional, mas também, a longo prazo, da saúde física.

CONHEÇA NOSSA VIVÊNCIA DE EFT E OUTRAS 3 TÉCNICAS ASSOCIADAS – CURTO VÍDEO

Nos últimos anos, a EFT tem sido objeto de estudo em algumas publicações científicas. O primeiro estudo publicado, do Journal of Clinical Psychology envolvia 35 pacientes, todos com fobia a pequenos animais. Todas essas pessoas receberam uma sessão de EFT para essa fobia. A pesquisa concluiu que o resultado era “bastante consistente” com a propaganda de que a EFT pode reduzir fobias de pequenos animais, mesmo que fosse com apenas UMA sessão de aplicação.

EFT (Emotional Freedom Technique) ou “Tapping” como é conhecida nos Estados Unidos, em português, Técnica de Libertação Emocional, é um método de terapia integral que limpa emoções  com o auxílio das “batidinhas” nos terminais dos meridianos energéticos do nosso corpo.

Na verdade, o EFT é uma técnica acupuntura sem agulhas, e com o aumento de tratamentos através da terapia holística, essa técnica vem sendo usada ao redor do mundo, e os resultados vem sendo impressionantes.

O trabalho é feito através de uma combinação verbal (pode ser mentalizada também) “pequenas frases” de liberação emocional, juntamente com o “tapping” as batidinhas nos pontos meridionais do corpo, os mesmos usados pela acupuntura chinesa.

→ Na cura de doenças físicas (a longo prazo);

→ Na eliminação de distúrbios emocionais (traumas, neuroses);

→ No controle da ansiedade, fobias, depressões;

E quando ela não funciona?

Você tentou fazer a EFT da maneira certa? Já leu o manual e seguiu suas instruções? Quando sim, o mandamento seguinte é sempre pedir persistência. É simples de praticar, mas há uma técnica correta de se auto observar e saber se auto avaliar psiquicamente.

Como em todos os casos da vida, aprendemos com a prática e, muito mais, com os erros. Pode muito bem ser que você tenha dado ênfase a um aspecto errado. Como Gary Craig (o fundador da EFT) costuma dizer, “na EFT tentamos descobrir os aspectos abrindo suas portas. Se abrirmos uma porta que não dá em nada, é só fechar e abrir outra”. Não desanime, abra possibilidades para outros aspectos.

Se não deu o resultado esperado, na maioria das vezes, não se foi específico o bastante. Ao invés de abrir uma porta específica, talvez você esteja com uma ideia tão vaga sobre o caso que que deseja melhorar em você que nem consegue enxergar a solução.

Um caso específico (um sofrimento específico) provavelmente estará apoiado por inúmeros aspectos psíquicos. Uma analogia usando uma mesa, supomos que o tampo da mesa seja o problema em si (o seu sofrimento, sua dor), enquanto os pés da mesa, que a seguram, são os diferentes aspectos, ok? O ideal é ir ao fundo e tratar pé por pé, até que o tampo da mesa desmorone. Será possível derrubá-la sem ser específico, mas isso vai requerer muita persistência e paciência de sua parte.

E quando duvidamos que a EFT não funciona em certos casos é porque já não temos mais a paciência para sermos persistentes. Mas lógico que existem outros obstáculos para atrapalhar o tratamento com a EFT.

Um dos maiores é quando não sabemos nos entregar e nos deixar levar pela correnteza, a auto sabotagem inconsciente. Quando queremos nos livrar de um incômodo, naturalmente criamos uma certa resistência.

Para a EFT funcionar, acredite nela ou não, é necessário um toque de desapego, de entrega a uma força maior que nossa razão e intelecto. Quando reconhecemos isso, então estamos abertos e prontos para que a EFT funcione.

Ajuda muito se tentamos aplicar a EFT olhando para um espelho, onde temos que nos encarar e começar a ser o observador apenas e não mais o controlador.

Também, tente reconstruir sua frase, tentando fazer com que ela seja a mais especifica possível. Diga a frase com firmeza de convicção. Persistência e paciência nunca são demais.

Outra ideia é tentar aplicar a EFT em dois, com a ajuda alheia. Melhor ainda, com a assistência e direção de um terapeuta de EFT.

Mesmo assim, é possível que a EFT não demonstre resultados tão rápidos quanto o esperado. Nesses casos é bem possível que as energias estejam invertidas (polaridade invertida), criando o que se costuma chamar de Reversão Psicológica. A EFT funciona mesmo se você não acreditar nela, no entanto, nenhuma técnica obtém resultados se sofrer autosabotagem.

Eis aqui alguns exemplos de como as energias podem estar fluindo de maneira invertida em nosso corpo:

  • Negativismo – pensamento ou comportamento negativo crônico.
  • Campo de força elétrica – ficar perto de algum campo elétrico por muito tempo (aparelhos celulares, computadores, TVs, etc.)
  • Drogas – legais ou ilegais, incluindo álcool e tabaco.
  • Desidratação – água é um condutor de eletricidade. Se houver desidratação, pode haver interrupção no movimento da energia em seu corpo.
  • Toxinas – podem ser substâncias (químicos, tinta, solventes, etc.), alergia (comida, perfume, poeira, pólen, etc.) e sensibilidade (poluição, barulho, luz).

NOTA: tais considerações dos 5 tópicos anteriores ainda não possuem qualquer base científica, ainda são especulações hipotéticas.

Todos os casos são relativamente fáceis de serem tratados, especialmente se a causa for descoberta. Por exemplo, basta tomar mais água em caso de desidratação ou afastar-se de aparelhos elétricos. Também, faça a batida do caratê, mas desta vez com as duas mãos, um ponto batendo no outro. Não é necessário dizer nada, apenas bata as duas mãos com força por uns 20 segundos. Isso reequilibra os meridianos.

No caso de alguém que esteja tomando remédios (principalmente antidepressivos, ansiolíticos, psicotrópicos, etc), é bem provável que qualquer resultado positivo após uma aplicação não perdure muito tempo, mas persista e torne a EFT seu companheiro permanente.

Outro ponto de resistência muito comum é o chamado Ganho Secundário. Talvez em seu subconsciente você esteja apegado à ideia de não resolver o problema (auto sabotagem). Um exemplo, é alguém que sente enxaquecas e por isso tem atenção e privilégios em família (ou no trabalho), e é poupado de alguns serviços e responsabilidades, por hipótese, e se for curado, vai perder toda essa atenção e aura de coitado (privilégios secundários). A pessoa se queixa da enxaqueca, mas no fundo não quer curado, pois ela, de certa forma, trás certos benefícios.

Uma maneira de reconhecer se há em nossos casos algum aspecto de Ganho Secundário, é perguntar a si mesmo o que eu ganho mantendo esse problema, ou o que eu perco se resolver esse problema?

Pontos utilizados na EFT e uma síntese simplista ao lado

  • Ponto do karatê, ao lado da mão – PGC: intestino delgado – tristeza e reversão psicológica, se refere a uma inversão bioenergética do meridiano.
  • Ponto início da sombrancelha – PIS: meridiano da bexiga – traumas, tristeza, frustrações e impaciência.
  • Ponto lado do olho – PLO: meridiano da vesícula biliar – fúria e ira.
  • Ponto embaixo do olho – PEO: meridiano do estômago – medos, fobias, nervosismo e ânsias.
  • Ponto embaixo do nariz – PEN: meridiano do vaso governador – constrangimento e medo do futuro.
  • Ponto embaixo da boca – PEB: meridiano vaso central – vergonha.
  • Ponto osso da clavícula – POC: meridiano do rim – ansiedade e insegurança.
  • Ponto abaixo do braço, embaixo da axila – PEA: meridiano do baço – ansiedade, nervosismo, ânsias e autoestima.

Tais siglas dos pontos não são oficiais, são meramente didáticas e cada instrutor ou terapeuta usa a sua própria. Os meridianos possuem uma designação oficial e específica classificada por números e letras, exemplo: ID3 – meridiano do intestino delgado.

A EFT é o que eu chamo de uma das TERAPIAS CLÁSSICAS, ou seja, que funciona, que é respeitável, que pode e deve ser utilizada e abusada sem medo. Há muitos vídeos e cursos na internet, principalmente no Youtube que você pode usar para se aperfeiçoar. Mas é claro que breve estarão prometendo milagres e exageros para vender cursos e atendimentos e você deve se precaver.

Eu e Andréa, junto com outros parceiros colaboradores escrevemos um e-book gratuito sobre terapias alternativas, cura e auto cura – E-BOOK TRANSFORMAÇÃO PARA AUTOCURA – que você pode baixar gratuitamente aqui neste link, após inscrever seu e-mail, e acrescento tem muito mais material grátis para você baixar por lá.

Quais reações posso apresentar ao aplicar a EFT?

Você pode sentir sonolência, bocejos, lacrimejamento, cansaço intenso, alívio, vontade de chorar, emanar emoções diversas (raiva, medo, culpa, alegria, euforia, etc), mas no decorrer da aplicação você vai descobrir emoções subjacentes, que ampliam e aprofundam o autoconhecimento do problema que está sendo tratado.

A EFT solicita que sejamos claros e específicos no problema a ser tratado, se você começou a tratar sua dor / sofrimento, por exemplo, pelo nível 4, durante o taping poderá ter um vislumbre de um nível mais interno e profundo, o nível 3 (por exemplo), e assim sucessivamente. Ou seja, você pensou que estava sendo direto e objetivo, mas haviam mais camadas no fundo disfarçando a origem da dor.

Aprenda a colocar em prática a EFT

Aprenda a colocar em prática a EFT


Fontes consultadas:

<http://www.emofree.com.br/artigos/por-que-os-resultados-do-eft-sao-tao-rapidos-e-efetivos.html#>, <http://equilibriocontinuo.com.br/eaeftfunciona/>,

< https://www.youtube.com/watch?v=-lxurbBwGRw>,

<http://equilibriocontinuo.com.br/aeftnaofunciona/> e,

<http://filosofiadosucesso.com/o-que-e-a-tecnica-eft-e-como-ela-funciona/>.

 

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque – auto intitulado como “Tio Dalton” de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade.
—–
Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e “New Age’s”.
—–
Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática.
—–
É simples, irreverente, se denomina “caipira” e “sente muitas saudades de seu planeta”.
—–
O que mais aprecia é escrever, aprender, criar “coisas” novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. — -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)