ESTADOS MODIFICADOS DE CONSCIÊNCIA E SEUS SENTIDOS

ESTADOS MODIFICADOS DE CONSCIÊNCIA E SEUS SENTIDOS

Aqui vamos elucidar os Estados Modificados de Consciência antes denominados Estados Alterados de Consciência no âmbito da meditação.

Você deve observar que muitos termos são vulgarmente utilizados às vezes como sinônimos e às vezes com algumas nuances de diferenças que vamos tentar elucidar melhor a seguir. Existem muitos estados modificados de consciência, mas aqui vamos abordar apenas aqueles adstritos a nossa área de interesse, portanto, são poucos.

O objetivo disso é dar ferramentas para o meditante a entender a si mesmo e como está progredindo em sua empreitada.

De forma generalista a meditação é: ato ou efeito de meditar, de pensar com grande concentração de espírito. Escrito que tem como tema um assunto filosófico ou religioso: as “Meditações” de Descartes, de Santa Teresa. (Neste sentido, escreve-se com maiúscula.); Oração mental; Ato ou efeito de meditar, de pensar com grande concentração de espírito. Religião: exercício espiritual que prepara para a contemplação. Ex.: a quietude dos claustros é propícia à meditação; Hábito de pensar.

Meditação – segundo o dicionário Aurélio, Ed. Nova Fronteira, 1999; meditação é: concentração intensa do espírito; reflexão; ou; oração mental, que consiste, sobretudo em considerações e processos mentais discursivos, e que se opõe a contemplação.

Para nós, os autores desta obra, a meditação é uma prática de interiorização do pensamento em si com o objetivo de ir além do pensamento para o não-pensamento, um vazio, um vácuo mental.

***

A meditação tende para zero,

enquanto a concentração tende para um

***

De forma generalista – concentração: A concentração mental é um processo psíquico que consiste em centrar voluntariamente toda a atenção da mente sobre um objetivo, objeto ou atividade que se está fazendo ou pensando em fazer no momento, deixando de lado toda a série de fatos ou outros objetos que podem ser capazes de interferir com sua realização ou atenção.

Concentração – concentrar: segundo o dicionário Aurélio, Ed. Nova Fronteira, 1999; Aplicar, empregar, dirigir (o pensamento, a atenção, o sentimento, etc.) de modo intenso ou exclusivo.

Reflexão de forma genérica é: argumento, cisma, consideração, contemplação, ensaio, meditação, observação, pensamento, ponderação, raciocínio, meditar, pensar demoradamente. Ex.: <refletiu na proposta antes de tomar a decisão>; <sempre refletia muito antes de agir>. Reflexão é pensar e sentir, ponderar avaliando.

Reflexão – segundo o dicionário Aurélio, Ed. Nova Fronteira, 1999; volta da consciência, do espírito, sobre si mesmo, para examinar seu próprio conteúdo por meio do entendimento, da razão. Cisma, meditação, contemplação. Ponderação, observação, etc.

Contemplação de forma generalista: Ação ou resultado de contemplar, de observar. Movimento de meditação e máxima atenção, estado especial de consciência presente a todo momento, a contemplação dá sentido e intensidade à vida. Concentração do espírito sobre assuntos intelectuais ou religiosos; meditação: viver na contemplação. A contemplação pode ser mero estado de observar, como observar o mar, o pôr do sol ou as estrelas, como também pode ser uma das várias fases de introspecção no processo da meditação.

Contemplação – contemplar: segundo o dicionário Aurélio, Ed. Nova Fronteira, 1999; Olhar, observar, atenta ou embevecidamente; considerar com admiração ou com amor, admirar, apreciar.

Devaneio – segundo o dicionário Aurélio, Ed. Nova Fronteira, 1999; Capricho da imaginação; fantasia, sonho, quimera.

Relaxamento – relaxar: segundo o dicionário Aurélio, Ed. Nova Fronteira, 1999; diminuição da força ou tensão mental ou muscular.

Evocação / Invocação: posso, se me apetecer, evocar alguém que invocou algo. Invocar tem como etimologia o latim invocare e significa implorar a proteção ou o auxílio, fazer súplicas, chamar em seu socorro, pedir, rogar, suplicar. Como também significa alegar em seu favor, recorrer a.

Evocar também vem do latim e significa chamar de algum lugar, fazer aparecer, chamando por meio de esconjuros, invocações ou exorcismos; trazer à lembrança. Assim, podemos evocar os espíritos.

 

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e também em Educação em Valores Humanos. - Não sou pesquisador da consciência, nem de religiões ou afins, sou apenas um escritor intuído e poeta ingênuo e romântico, médium intuitivo e inspirado, anímico e mediúnico. - Não sou entendido e nem autoridade em nenhum assunto, nem evoluído ou melhor que ninguém, até pelo contrário. - Este site é apenas uma modesta tarefa de redenção consciencial e mais nada, serve para dar vazão o que me surge na mente e que "vaza" pelo coração. Aqui estão "esculpidos" todos os meus defeitos e limitações , sem mais aparências, enfeites ou rótulos, não sou nada e nem sei de nada. Sou o "Tio Dalton" de forma irreverente, bem humorado e brincalhão. Curto rock progressivo, rock pesado, música new age e músicas mais espirituais em geral, adoro filmes de ficção científica e ação, curto eletrônica, áudio, física e matemática, tomo muito café, como carne, estou negligente na leitura e na meditação além de muito preguiçoso. Sou simples, irreverente, caipira e "sinto muitas saudades do meu planeta". MEU SONHO É UNIR AS PESSOAS NUM ÚNICO PROPÓSITO DE EVOLUÇÃO CONSCIENCIAL e a transcender as vaidades pessoais e egoísmos materiais; (utopia factível se não fosse a "babaquice" das pessoas). - "Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso". ------------- DEIXE UM COMENTÁRIO EDUCADO, ELEGANTE E BEM ESCRITO, MOTIVE-NOS!! Não abuse, os comentários são moderados.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)