Humor sobre “Sonzera”

Humor sobre “Sonzera”

Sempre fui criativo, sempre gostei de escrever, sempre curti piadas, sempre gostei de tecnologia, ficção científica, parapsiquismo, então eu tinha que criar uma seção no site para dar vazão a isto: o bom humor. E as pessoas são meio azedas ou até sem cultura e não entendem as “sacadas”, as indiretas da piada, a mensagem subliminar, o duplo sentido, a ironia, etc, num ambiente público como Facebook e você acaba tendo que explicar, explicar e explicar muito pacientemente, ainda tendo certeza que metade não vai entender por uma questão tanto de cultura geral como de discernimento mesmo. Até porquê tem piada que é específica de certos meios e carregadas de jargões que só o meio entende, e também, eu crio muito as piadas baseadas em semântica fazendo junção de palavras que só Andréa entende por estar acostumada.

Não vou criar outra coisa ou postar separado, não tem sentido, vou postar aqui. Não estou preocupado em montar um site apenas para fazer tipo, ter uma “certa imagem séria” para vender livros, cursos e CDs e “representar solene seriedade austera e postural”. Não! Isto é mesmo “babaquice!

E espiritualidade é um estado de consciência, de viver, de pensar, sentir e agir, é o dia a dia, a rotina e não apenas algo sério, sisudo, formal, ritualística, dramático, circunspecto, e quero ser eu mesmo em qualquer ambiente, inclusive virtual: brincalhão, simples e bem humorado. É como eu disse, é o dia a dia que comprova a espiritualidade como nível de consciência e no meu dia a dia tem que ter bom humor.

Então estou aqui hoje para falar de “sonzera”! E não é “sonzeira” é “sonzera” mesmo!!!

conversando-com-jesus

Eu tenho aplicado “sonzera” na veia de Andréa em 2016, e aos poucos ela está absorvendo e aprendendo kkkkkkk.

Eu sou nascido em 1961 e na década de 70 – a época de ouro mundial da música – elejo como a década da SONZERA, termo popular e bem humorado para se referir ao melhor Rock e Rock Progressivo da HISTÓRIA MUNDIAL!!!!!

No século XXI a música se despedaçou na mídia, ficou uma porcaria, mas eu curto mesmo som da década de 70, inclusive um Rock pesado também. Eu amo New Age, mas amo Rock Progressivo e o Pesado e gosto de ouvir alto – é sonzera kkkkk!

Também curto equipamentos de som, áudio, vintages, LPs e fitas K7 e tenho o meu aqui. Resgatei meu equipamento de Juiz de Fora – MG da época de minha adolescência graças a minha muito querida irmã Denise que me enviou tudo pelos correios. Ainda faltam as caixas de som – que estão velhas e acabadas e também o lindo Rack original Gradiente.

Participo de vários grupos de Rock Progressivo no Facebook, grupos de Compra, Venda e Troca de equipamentos de som Vintage e também de Eletrônica, coisa que adoro. Os colegas desses grupos são muito prestimosos, vivo tirando dúvidas com eles e sempre me ajudam, lá sou modesto aluno que não sabe nada mesmo e vive perguntando.

Vou por uma foto em baixa qualidade aqui para você ver, esta foto foi tirada no escuro com o celular e seu flash, daí o abajur aceso no fundo fazendo meia luz, meu equalizador novo zerinho, uns LPs e compactos de vinil antigos no fundo do rack que não nada próprio para som, mas me serviu:

Gradiente Vintage Dalton Curitiba

 

É tudo antigo, usado, reformado e simples, apenas comprei um equalizador novo para melhorar a qualidade do som. As caixas comprei usadas e bem ruins em Curitiba e as estou melhorando aos poucos.

Andréa é 11 anos mais nova que eu, nasci na década de 60 e curti o som da década de 70, ela nasceu na década de 70 e curtiu a década de 80, mas nunca gostei de nada pop ou popular mesmo, sempre andei na contra-mão de tudo, e no som, não poderia ser diferente.

Curti muito as bandas Gênesis, Pink Floyd, Kiss, Black Sabbath, Led Zeppelin, Emerson, Lake & Palmer, Yes, Neil Young, Nazareth, Slade, Peter Frampton, Marilion (veio depois), Survivor, The Osmonds Brothers (kkkkk), Suzi 4 (+ kkkkk), Casa das Máquinas (Lar de Maravilhas), Raul Seixas, Joelho de Porco (muito louca a banda paulista), Kraftwerk, Jean Michael Jarre, Deep Purple, Kansas, Queen, Rick Wakemman, Abba, Guilherme Arantes, o Rush, The Police, Dire Straits, Simon and Garfunkel e por incrível que pareça nunca curti Beatles a fundo e nem Rolling Stones – as 2 bandas maus famosas e que mais venderam discos na história da música.

Aqui você pode fazer uma viagem rápida nas décadas de 60, 70 e 80 em meros segundos por banda/cantor, muito legal:

Aqui vou dar umas dicas boas de como ouvir som pela web, nestes sites você consegue ouvir sem as propagandas do Youtube. E outra dica, para baixar as músicas diretamente em MP3 use o programa aTube Catcher (sempre evitem o baixaki – que está instalando vírus nos PCs), prefira baixar aqui ou aqui. Então tente ouvir sua sonzera on-line por estes também:

https://www.letras.mus.br/

https://meu.vagalume.com.br/

Jesus, Krishna e Buda - banda universalista

Jesus, Krishna e Buda – banda universalista

Atualização de minha sala de áudio, simples, pequena, mas aconchegante e confortável.

Sonzeira do Tio Dalton - simples e com amor

Sonzeira do Tio Dalton – simples e com amor. OBS. Dedéa detesta som alto kkk.

Então gente, música é tudo de bom e estou ensinando Andréa a curti sonzera e ela devagar está conhecendo “novas” velhas bandas por osmose.

Deixo um abração, faça seu comentário, digo o que gosta e me dê sugestões, valeu!

som, áudio, sonzera, audiófilo, música, letra, bandas, bandas de rock, rock progressivo,

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo da New Age, o que considera uma viagem na maionese quântica e por ironia se declara ativista quântico.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)