AMOR ESPIRITUAL

AMOR ESPIRITUAL

Ofereço a todas as mulheres toda a poesia de meu coração, ora confuso, ora enérgico, ora arrogante e ora humilde, mas sem qualquer vergonha em me emocionar, sem vergonha e sem medo de ser feliz, sem vergonha de exercer a poesia de viver, de sonhar e de escrever. Sem medo das críticas ácidas alheias, sem medo de ser “meloso” no exercício fluente de minha naturalidade.


Andréa,

Eu nunca lhe dei flores, pois sempre achei que não era preciso. Flores é muito pouco, é o maior exemplo de beleza efêmera que dura tão pouco, num jarro no centro da sala.

De que adiantam as flores diante do dia a dia da vida? As melhores flores que posso lhe oferecer são o meu sorriso, o meu beijo, o meu abraço caloroso e o meu bom dia feliz, sabendo que adormeço e amanheço ao teu lado tão contente por sua companhia, carinho e compreensão.

Estamos nos primeiros dias de um novo ano (2005), e como sempre fazemos planos para crescermos juntos, servirmos à humanidade e aperfeiçoarmos ainda mais nosso amor, que considero fulgurante.

Me acho tão tolo por ser tão sensível…

As lágrimas caem tão fácil de meu rosto, às vezes me acho tão ingênuo, tão simples e tão limitado diante dos desígnios da vida, e pequeno diante de tanto amor que nos envolve.

As flores não bastam, elas são muito pouco para você. Eu quero viver muito e quero que você viva muito ao meu lado, apreciando as flores da felicidade e harmonia.

Quero induzir outro significado à expressão “viver intensamente”. Alguns pulam de paraquedas, outros voam de asa delta, outros praticam alpinismo e outros tomam drogas, enquanto dançam músicas ensurdecedoras. Eu acho que eles não sabem o que é viver intensamente.

Eles não sabem o que é o Amor Consciencial!

O Amor Cósmico a dois de servir a humanidade, o prazer de uma expansão de consciência a dois, lágrimas de felicidade a dois, escrever um livro a dois, compartilhar e viver o sonho a dois.

Mais do que dois corpos juntos, somos duas almas fundidas que se entregaram as ondas do fluxo cósmico.

Desculpe, eu não consigo me conter em meus rompantes de emoção tão inspirados, profundos e sinceros.

Não sinto Deus apenas em meu coração, eu O sinto pulsando vivo caloroso em nossas almas.

Quero te abraçar e te beijar misturando nossas lágrimas de alegria, enquanto se fundem nossas auras claras, e o nosso amor em expansão.

Cada flor que murcha, dez flores desabrocham em seu lugar, e cada ano novo é um novo amanhecer a acalentar as esperanças de nossos sonhos, que se integram cada vez mais.

Andréa te amo!!!

Te amo cada vez mais e cada dia mais.

Após 13 anos juntos, eu estou cada vez mais enamorado e apaixonado por você.

O brilho de seus olhos e de seu sorriso ilumina o meu prazer de viver e de te amar.

Com certeza, mais do que ninguém, nós vivemos intensamente. A intensidade de viver está dentro da alma, e não nos esportes radicais, viagens caras, festas e futilidades sociais, que nós nos abstemos desde que nos conhecemos.

Você é um presente do céu, pois estamos unidos no físico e no espiritual.

Dalton em 05/01/2005

***

 

 

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)