O DESCONFORTO DE APRENDER OS PSEUDO INICIADOS E OS MESTRES DA MODA

O DESCONFORTO DE APRENDER OS PSEUDO INICIADOS E OS MESTRES DA MODA

Um alerta consciencial

Por Dalton Campos Roque – www.consciencial.com.br

As pessoas não querem aprender, querem apenas a confirmação de suas crenças e o incentivo de seus paradigmas pessoais. Desejam a consolação pessoal para suas emoções incoerentes evitando o pensar e o refletir. Sim, aprender dói, te empurra para fora de sua zona de conforto, destrói sua razão, quebra seus argumentos baseados em mitos e crendices.

Mas todos dizem que desejam aprender e gostam de estudar, mas usam mais a “peneira da emoção” que a “peneira do discernimento”. E ainda creem que suas crenças são “razão” e ainda ciência.

Aprender é desidentificar com próprio ego, aceitando possibilidades novas e até contrárias ao que se acredita com tanto apego. Aprender é abrir mão da emoção que te atola nos pântanos movediços da insensatez. Aprender não é apenas uma questão de retórica e semântica, estas podem ser utilizadas para defender o apego e a emoção.

Estamos na era do intelecto, na era da retórica, na era do ego e das fogueiras das vaidades. Atualmente quase todo mundo tem curso superior, algumas pós-graduações e até mestrado, e nesse meio temos a mesma amostragem de qualidade de pessoas que encontramos nas massas, cheias de emoção, incoerência, apesar do bom intelecto e da excelente retórica.

Temos que estabelecer a diferença entre quem aprendeu e estacionou por causa das crenças pessoais, se achando autossuficiente, e o que está lá atrás ou ao lado, mas aprendendo sempre, aspirando o conhecimento progressivo.

Assim observamos a contradição das massas contemporâneas (2016) onde encontramos junto encarnados os antigos iniciados do passado, repletos de bagagem iniciática, esotérica e consciencial avançada – que não quer dizer perfeita. No entanto, estes podem, mesmo com toda vivência iniciática multimilenar, não ter a retórica e a comunicabilidade de um “não-iniciado” intelectualizado do presente, um pós-graduado ou mestrado, por exemplo.

Assim encontramos os debates discrepantes dos iniciados preparados do passado com os intelectualizados despreparados do presente. As falácias e distorções carregadas de emoções densas por aparentes sorrisos irônicos que tentam menosprezar as vivências íntimas, não apenas parapsíquicas, mas verdadeiramente espirituais desses naranandas, que hoje, são gotas de luz nesse oceano imundo de lodo consciencial, de mágoa, raiva e ódio e a retórica falaciosa que os defende.

Não há como explicar a experiência de quem já saiu do corpo as multidensidades sutis e elevadas, de quem já recebeu um espírito amigo de um Mestre repleto de amor a transmitir uma mensagem elevada. Não há como explicar o que é sequer uma micro expansão de consciência.

As massas estão apegadas aos seus preconceitos, apaixonadas por suas crenças e dogmas. Não basta ter aprendido, não basta o raso do intelecto. Estes são sim ferramentas poderosas que todos nós devemos utilizar, mas que sem as competências do coração, não servirão de nada e ao contrário, irão apenas atrapalhar.

Não basta ter aprendido, não basta aprender, é preciso aprender a aprender. Com a abertura do conhecimento que outrora era esotérico e hoje é exotérico, todos somos iniciados, pois todos temos acesso a tais conhecimentos. Estes estão abertos, livres até gratuitos, na web, em livros, cursos e e-books.

Mas o discernimento e as capacidades PSI dos iniciados do passado e as percepções do coração desses, ainda são incomparáveis aos “iniciados” do presente que estão frequentando o maternal (pré-primário) da iniciação. Estão envolvidos pela empolgação, alguns pela arrogância, outros pela vaidade, outros pelo apego ao que ainda não compreendem. No entanto, já é algo meritório.

Quem lida com espiritualidade e consciência um dia vai conseguir enxergar a própria alma de forma compulsória ou de forma voluntária, e ao perceber a si mesmo, irá verter lágrimas de vergonha e de autoconhecimento. Vai então desejar se recolher em si mesmo e refletir, vai descobrir que era apenas um pretencioso, um pretenso iniciado, pois que o grau iniciático começa no coração (não na emoção), prossegue pela vontade, mergulha na disciplina, aflora no entendimento, se manifesta pelo intelecto, comunica e ensina pela retórica.

Sempre simples, didático, coloquial, o iniciado não enfeita, não exagera, não mente e só veicula conteúdo útil, poderoso e profundo em cujas energias das entrelinhas e nos toques iniciáticos sutis, comunica um conteúdo imenso, em forma de síntese, talvez numa única página.

Vivemos hoje também na era dos mestres (com “m” minúsculo), temos um mestre para cada coisa, para cada raio, cada cor, cada intensão, cada blog e cada textinho, mas precisamos de apenas 2 Mestres para substituir tudo isto: um Mestre para o coração e outro Mestre para o discernimento.

Embora o orbe Terra esteja imerso num processo natural setenário (base 7) e assim também seus filhos (a humanidade), com 7 egrégoras básicas de nossas opções e frequências energéticas evolutivas, todos os Mestres da história da humanidade se encaixam no “coração” e no “discernimento”.

Não queremos com isso desmerecermos estudantes empolgados do presente, pelo contrário, incentivamo-los, mas nos é dever alertá-los. Aquele carro possante e caro que o pai rico presenteia seu filho, que acaba de fazer 18 anos, pode não ser utilizado com sabedoria e até matar seu condutor. O carro significa o conhecimento iniciático agora exotérico e aberto ao público. O filho imaturo são os estudantes e alunos acessando tal conhecimento.

Sugerimos calma, reflexão, serenidade e ponderação. A pressa e a arrogância são inimigas do candidato a iniciação e exige o que o mundo contemporâneo não mais admite: A PACIÊNCIA! – A meditação, a reflexão e o diálogo em bom tom, são excelentes veículos ao iniciado e ao candidato a tal intensão. As emoções disfarçadas de indignação são patologias generalizadas e daninhas a senda iniciática. A competência de aprender e da paciência são as mães dos Mestres e mães dos iniciados.

O universalismo que combate o preconceito – qualquer que seja ele – é a ponte rápida de ascensão do iniciado, pois exige a humildade de compreender os paradoxos existenciais e evolutivos do espaço-tempo. Não se desenvolve o corpo mental superior sem as competências do coração. O corpo mental inferior é mais ligado ao intelecto, o superior é mais transcendente cujo passe de entrada são algumas virtudes mínimas que o antigo iniciado já conhece.

Todo iniciado será testado em prova de fogo, poucos passam e precisam “reiniciar” seu aprendizado por um caminho mais longo para aprender paciência e humildade.

O século XXI é um palco ideal para as provas de fogo onde reinam as fogueiras de vaidades, as arrogâncias intelectuais e/ou emotivas, os detentores das verdades várias e a falta de paciência e discernimento.

Quando lerem ou ouvirem a bobagem “o carma está liberado”, por favor ignorem. O que ocorre é que o livre-arbítrio está ampliado. Todas as más ações continuam gerando carma negativo. Estamos no fim da era de regeneração, assim foi necessária a tal ampliação de livre-arbítrio propiciando oportunidade de erro ou acerto evolutivo para que cada encarnado encontre sua frequência vibratória fundamental (peso específico consciencial), positiva ou negativa.

Os antigos iniciados, os experientes, foram convocados a aspergir suas gotas de luz a cooperar no que for possível para que o maior número de pessoas se incline ao positivo (virtudes) a partir de informações e esclarecimentos nítidos, didáticos e sadios e sem empolação. Alguns deles podem ser incisivos e enérgicos em suas manifestações conforme intuição e inspiração de seus mentores, e claro, também por sua própria resposta emocional ainda falível e limitada.

Esteja atento, “próximo” a você pode estar um deles, com toda simplicidade do coração auxiliando você a se iniciar de forma mais íntegra e correta.

***

Um pequeno adendo sobre os Mestres:

Para mim os Mestres genuínos “baixam” por aqui sim, para conversar conosco, no devido contexto proveitoso e útil, e muitos deles vem com o biotipo de “Pretos Velhos” e similares, sempre simples, as vezes como pessoas humildes anônimas em Centros Espíritas mais conservadores, e em certos casos até como “Doutores” para conseguirem o acesso aos mais ortodoxos. Suas mensagens são simples, rápidas, profundas e tocam as almas. Eles estão nas religiões, templos e igrejas, como disse sempre aproveitando o contexto assistencial, para não inflarem o ego de ninguém. Sua aparição não é ostensiva e nem empolada, não é “impressionante” e linguagem rebuscada. A linguagem de mensagem direta é sempre simples e direta ao coração, no caso de textos podem até ser poéticas, mas sempre com conteúdo que expande consciências.

Dalton Campos Roque – www.consciencial.org

Escrevi este texto domingo de manhã em 13/03/2016 rápida e intuitivamente. Reparei que enquanto escrevia, exalava ectoplasma me causando uma sensação agradável de suave torpor, como se estivesse ligeiramente anestesiado.

***

A FONTE DOS INICIADOS

(Banhando-se nas Luzes do Coração Espiritual)

Por Wagner Borges – http://www.ippb.org.br/textos/1425-a-fonte-dos-iniciados

Há uma fonte de Amor secreta em teu coração.

É a água da vida, que vem da nascente do Eterno.

Bebe dela e mata a sede do teu espírito.

É água perene, em ti mesmo.

 

Solta-te e banha-te em suas águas curativas.

Limpa os detritos psíquicos de tuas emoções densas.

Encosta as mãos no peito e ora ao Grande Espírito.

Ele é o Senhor de tua fonte e teu Pai Secreto.

 

Em silêncio, pensa na grandeza do universo.

Agradece ao Teu Senhor pelo dom da vida.

Limpa a mente: lava os teus pensamentos.

Limpa o coração: lava os teus sentimentos.

 

Opera como os iniciados de todos os tempos:

Mata o ser velho e confuso, que tu eras antes.

E renasce, puro e brilhante, na água da vida.

O templo é em ti mesmo: RENASCE, AGORA!

 

Tu és muito mais do que pensas!

Tu és o Eterno na carne, o perene no transitório.

Entra nas águas da fonte secreta no templo de teu coração.

E ali, opera a limpeza necessária, em silêncio.

 

Só Teu Pai secreto te conhece verdadeiramente.

Só Ele é o conhecedor de teu coração e de teus anseios.

Ele é o Todo que está em tudo e dentro de Tua fonte.

Entra nas águas do coração e limpa a consciência de toda mágoa.

 

Tu és a Luz divina personificada na Terra!

És a chispa imortal brilhando no corpo.

Entra na água da vida, que é puro espírito, e renova-te.

Agradece ao Teu Pai Secreto pela fonte, pela inspiração e pela vida.

 

E conscientiza-te que tu não estás só em tua jornada pela vida.

Há olhos invisíveis inspirando os teus passos e teus atos.

São os olhos dos iniciados de todas as eras, teus irmãos em espírito.

Eles também se banham na fonte secreta e oram por ti ao Pai secreto.

 

Eles já trilharam os caminhos por onde tu andas agora.

Já viveram inúmeras vezes na Terra e aprenderam muito.

Hoje, vivem nos planos elevados, por puro mérito e esforço.

Mas, de lá eles velam secretamente por todos os que estão na senda.

 

Quando tu quiseres comungar com eles na sintonia do Amor silencioso…

Basta pensar em tua fonte e orar ao Grande Arquiteto Do Universo.

No silêncio, entra na fonte e banha-te serenamente.

Quietinho, agradece ao Todo por tudo.

 

Tu estás na senda e a senda está em ti.

Medita em tua fonte, para lavar as pistas do teu viver.

Tu és o sopro divino na matéria, a Luz no corpo.

Tu és o Eterno, mas trata o teu veículo carnal com sabedoria.

 

Na senda do teu viver, trata bem a natureza e respeita as pessoas.

Agradece ao planeta pela vitalidade que anima o teu corpo.

Pensa que a tua fonte lava a dor do mundo e dos homens.

E lembra-te do Todo que está em tudo!*

 

P.S.:

Fica em paz contigo mesmo.

Reencontra o teu coração.

Realiza o bem sem olhar a quem.

Medita, ora, trabalha e prossegue na senda da Luz.

Teu compromisso é com o Teu Pai secreto.

Tua religião é o Amor praticado com sabedoria.

Teu mestre é o Grande Arquiteto Do Universo.

Opera com discernimento e alegria na jornada.

Teus irmãos de espírito te acompanham secretamente.

Tu e eles bebem da mesma fonte de amor: O Todo.

 

– Os Iniciados** –

(Recebido espiritualmente por Wagner Borges.)

 

– Nota de Wagner Borges:

Nenhum servidor da Luz trabalha por vaidade do seu ego ou para fazer algum tipo de proselitismo espiritualista. O objetivo de seu serviço é o esclarecimento consciencial e a assistência espiritual.

Suas motivações não são personalistas, pois ele sabe que o Todo é o verdadeiro Senhor dos trabalhos.

Nenhum trabalhador da Luz pisará nos mais fracos do caminho e nem tripudiará sobre os que sabem menos. Ele sabe que, diante do Grande Arquiteto Do Universo, todos são iguais. Hierofante ou discípulo, ambos são espíritos em evolução…

Ah, ele jamais desrespeitaria os seus irmãos de jornada… pois, nesse caso, ele não seria da Luz!

Como o sábio Hermes Trismegistro um dia ensinou, “O Inefável é invisível aos olhos da carne, mas é visível à inteligência e ao coração.”

Então, que o Inefável abençoe as nossas jornadas, na carne e além dela…

“Há uma Luz que brilha mais do que bilhões de sóis juntos.

É a essência da alma.

Essa é a Luz que brilha no coração.”

 

Paz e Luz.

 

– Notas do Texto:

* O Todo – expressão hermética para designar o Poder Absoluto que está em tudo. O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos. Quando se afirma que o Todo é o Grande Hierofante, é no sentido de que Ele é o Supremo iniciador de todos os seres, pois está em tudo!

Obs.: Hierofante – dentro do contexto das iniciações esotéricas da antiguidade, era o mestre que testava os neófitos (calouros) nas provas iniciáticas.

** Os Iniciados – grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.

Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.

 

Se você acha que este texto pode auxiliar alguém espiritualmente compartilhe e divulgue, obrigado!

Ah, deixe seu comentário, isso pode me ajudar a criar outros conteúdos.
E vote nas estrelinhas bem ao fim.


Textos correlatos sobre mestres:

CONVERSANDO COM OS MESTRES

ADORANDO MESTRES

MESTRES DEMAIS

OS MESTRES DA MODA

MESTRE E DISCÍPULO


Eu gostaria muito de melhorar e enriquecer este texto, peço sua opinião. Você pode escrevê-la por aqui ou me passar um contato direto. Estou disposto a editá-la e alterá-la para melhor se você prezado leitor me indicar erros técnicos ou conceituais. Sou flexível em rever minha posição, sou humilde  e posso aprender com você.

Tags: Mestres, Mestres Ascensionados, Fraternidade Branca, Grandes Mestres, Mestres professores, Mestres frases, Mentores, Amparadores, Amigos espirituais, Orientadores Evolutivos, Serenões, Serenão, Mestres espirituais, Mestres conscienciais, Mestres da alma, Orientador Evolutivo, Engenheiros Siderais, Maiorais Sidéreos, Consciências Livres, Conclave espiritual, Conclave sideral, conselho cármico, senhores do carma, arcanjos, anjos, devas,

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)