DIMENSÕES OU DENSIDADES, MULTIDIMENSÕES OU MULTIDENSIDADES

DIMENSÕES OU DENSIDADES, MULTIDIMENSÕES OU MULTIDENSIDADES

Dimensões ou Densidades – Multidimensões ou Multidensidades – Interdimensional ou Interdensional

Tudo é ação. Se formos rigorosos fisicamente tudo é reação após o Big-Bang. Se formos ainda mais rigorosos o Big-Bang também é reação de algo anterior. – NOTA: já existem hipóteses na física que “do outro lado” de um Buraco Negro há um Buraco Branco. – E pelo jeito toda reação tende ao infinito. Assim: uma ação gera uma reação, que gera outra e assim se sucede ao infinito.

Então a distinção entre Ação e Reação é uma questão do fator tempo, ou seja, uma vem “antes” e a outra “depois” (Nota: isto dentro do ponto de vista de Maya ou Matrix). Então o sentido de carma está fundamentalmente atrelado ao tempo. Bem, mas se o tempo é uma das 11 dimensões que a Mecânica Quântica já conhece, o que será do carma se o tempo for transcendido por qualquer razão?

Numa EQM – Experiência de Quase Morte a percepção do tempo se modifica, nas EFC’s – Experiências Fora do Corpo também e sabemos, agora pela ciência cartesiana que nas proximidades – horizonte de eventos – de um Buraco Negro o tempo estaciona.

Três dimensões são perceptíveis, o tempo também é, mas as outras 7 dimensões são microscópicas e observáveis somente por cálculos matemáticos ou sutis abstrações mentais. Então como o termo dimensão / dimensões e seu derivado “multidimensionalidade” são utilizados pela física e pela Mecânica Quântica, a nosso ver não serve mais para expressar os níveis e ambientes extrafísicos o qual vamos substituir por “densidade”, “multidensidade” e “interdensidade”.

Isto não é firula ou dourar a pílula, é uma necessidade técnica e didática para dar o correto “nome aos bois” como faz a boa linguagem, a clara didática, a necessária comunicabilidade e a organizada ciência.

Minha hipótese é:

Com o uso de 5 sentidos enxergo apenas 4 dimensões, digo, 4 densidades, ou melhor, 4 multidensidades;

Com o uso de 6 sentidos enxergo apenas 5 dimensões, digo, 5 densidades, ou melhor, 5 multidensidades;

Com o uso de 7 sentidos enxergo apenas 6 dimensões, digo, 6 densidades, ou melhor, 6 multidensidades;

E assim sucessivamente, e estes sentidos ou capacidades perceptivas e paraperceptivas (parapsíquicas) são relativas nas pessoas conforme o nível de lucidez consciencial delas. Favor não confundir NÍVEL DE LUCIDEZ com NÍVEL DE CONSCIÊNCIA ou nível evolutivo, pois Magos Negros possuem excelente nível de lucidez, mas não possuem nível de consciência (paradoxo evolutivo a ser estudado algures).

Aqui uma representação esquemática e didática das 4 dimensões básicas – altura, largura, comprimento e o tempo:

grafico 01

 

Um desenho esquemático pode assim ser demonstrar as 3 dimensões físicas perceptíveis mais o tempo aos sentidos humanos comuns. Se a ciência comprova 11 dimensões então onde estão elas? São imperceptíveis aos olhos comuns, podem ser compreendidas pelo limitado lado cognitivo por didática, esquemas e representações e analogias, pois foram descobertas através de equações matemáticas.

Um cubo é a forma ideal para representarmos o espaço de 3 dimensões, todos os seus ângulos são de 90 graus ou chamados retos.

cubo

Quando desenhamos um cubo no papel – qualquer criança sabe fazer isto – ele fica deformado (seus ângulos não estão mais retos), mais ainda assim no papel que possui duas dimensões podemos imaginar e entender como seria o cubo em 3 dimensões. Se montarmos um cubo de vidro para que fique transparente e jogarmos luz nele por cima, embaixo numa folha de papel veremos uma sombra projetada desenhando – como se fosse desenhado a mão – um cubo que possui 3 dimensões visualizado em 2 dimensões no papel.

Tentamos fazer este tipo de representação para entender as multidensidades que não conseguimos perceber com os olhos.

Então a proposta é deixar a expressão dimensão, multidimensão e multidimensionalidade para a ciência convencional do Paradigma Cartesiano e no nosso Paradigma Consciencial adotar os neologismos densidade, multidensidade e interdensidade, se referindo aos planos extrafísicos: energético, astral, mental, búdico, etc.

multidensidade_consciencial.org_1

Temos o seguinte desafio a vencer: a ciência convencional engessada que tudo nega, materialista e reducionista; temos o espiritualismo / religiões / misticismo popular irracional e afins que em tudo crê.

Estamos no fio da navalha entre os dois para tentar não fazer uma nova ciência, mas estender a anterior a um novo patamar ou paradigma e ficar longe das firulas mistificadoras exacerbadas que se vê por aí. Assim nasce e nascerá o Paradigma Consciencial com novos termos, neologismos, um jargão adequado a uma didática correta e tanto simples quanto seja possível e necessário. Mesmo isolados nesse trabalho solitário continuamos a manter nossa posição clara e íntegra para não alimentar mais os misticismos New Age exagerados populistas e da internet.

Se você acredita no valor de nossa informação e acredita que poderá ser útil as pessoas, por favor compartilhe.

Obrigado, Dalton

Se você acha que este texto pode auxiliar alguém espiritualmente compartilhe e divulgue, obrigado!

Gostou desse conteúdo? Queremos saber sua opinião, deixe seu comentário logo abaixo.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)