OS CHACRAS E A EVOLUÇÃO CONSCIENCIAL

OS CHACRAS E A EVOLUÇÃO CONSCIENCIAL

É verdade que existem outros chacras grandes além dos sete?

Sim. Existem outros chacras importantes na parte superior da aura que começam a ser comentados por grupos de sensitivos estudiosos. Já citam o oitavo chacra.

 

Podemos e/ou devemos trabalhar e desenvolver estes chacras?

Enquanto a humanidade se digladia, vinculada aos três chacras inferiores – básico, sexual e umbilical –, ainda é muito cedo para falar, estudar e entender outros chacras acima. Estudar os chacras mais altos não nos tornará melhores, enquanto não tivermos nem a ética básica familiar, profissional e social. Até pelo contrário, só alimentará nosso ego do conhecimento e travará o desenvolvimento de nossa incipiente sabedoria. Temos que ser realistas, trabalhar com humildade e sem afobação o que, de fato somos, sem aderir à viagem psíquica de desejar ser rapidamente o que não somos e, ainda, o que levaremos um número grande de vidas para sermos. Vamos primeiro aprender a controlar nossos instintos agressivos, a limpar nossa cozinha, para depois pensarmos em ir ao quintal e chegar até a Lua.

 

OS CHACRAS E A EVOLUÇÃO CONSCIENCIAL

O desenvolvimento da consciência na trajetória evolutiva se dá através de todos os chacras, dos mais baixos aos mais altos, mas não existe sequência exata ou linear. Quando dominadas todas as virtudes de um chacra, nossa consciência foca as virtudes para os chacras seguintes, todos ao mesmo tempo, priorizando a atuação ao que nos é mais fácil ou favorável evolutivamente. Cada pétala de cada um dos chacras representa uma virtude-talento consciencial.

Nosso orientador evolutivo[1] pode programar limitações quanto às virtudes de determinado chacra para que pouco desabroche em certa encarnação, a fim de nos forçar a desenvolver outros talentos ainda incipientes nas vidas seguintes. Certas tarefas espirituais (dharmas) exigem certos talentos e visam a desenvolver outros tantos que estejam incipientes.

[1] Cada grupo evolutivo possui um super mentor espiritual chamado orientador evolutivo, que administra as condições kármicas e reencarnatórias deste grupo.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque – auto intitulado como “Tio Dalton” de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade.
—–
Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e “New Age’s”.
—–
Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática.
—–
É simples, irreverente, se denomina “caipira” e “sente muitas saudades de seu planeta”.
—–
O que mais aprecia é escrever, aprender, criar “coisas” novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. — -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)