PROJEÇÃO ASTRAL DE AMOR INFINITO

PROJEÇÃO ASTRAL DE AMOR INFINITO

Saí do corpo hesitante…

Uma força espiritual acolhedora me chama.

Vacilante olho para meu corpo inerte, sob as colchas brancas e a manta azul, por um segundo ele me atrai,

Mas ouço em meu coração o chamado espiritual novamente…

 

Sinto um banho de raios de luz branco-azulados, que fulguram fosforescentes pelos ares astrais, parece pó de pirlimpimpim.

Não é apenas luz, mas um chamado de amor o qual eu não resisto.

 

Seduzido pelos doces aromas de paz eterna, me lanço ao espaço,

Não a vejo, mas sinto uma presença, qual uma fada a segurar minhas mãos.

Uma mistura de amor de mãe, sedução de mulher, luz de um anjo amigo e beleza de uma fada bondosa.

 

É como volitar por entre as flores flutuantes e pólen reluzente.

Uma suave brisa sonora nos embala em doce fundo musical,

Será que é um coral de anjos tocando harpas?

 

Ela me abraça num silêncio profundo que diz EU TE AMO, com doçura infinita.

As estrelas testemunham nossos olhares brilhantes que disputam com nossos sorrisos iluminados.

Duas auras tornam-se uma só.

 

Colibris astrais nos acompanham felizes, enquanto rodopiamos no espaço.

Nos abraçamos trocando EU TE AMO, enquanto oferecemos nosso amor a Deus.

Mesmo flutuando nos canteiros do espaço, sinto uma reverência tão grande, que tenho vontade de me ajoelhar a seus pés e aos do Criador.

 

Lágrimas de alegria fazem meus olhos brilharem ainda mais.

Meu silêncio é a única voz de uma emoção, que se transmuta em sentimento.

Ela beija meu rosto molhado por lágrimas de humildade.

 

O manto negro da abóbada sideral é nosso palco de amor.

Eu a sinto, mas não a vejo ofuscado por sua luz,

 

Ela é Andréa, que me tira do corpo em nome do amor!

Ela é Andréa, que ama meu corpo em nome da paz!

Ela é Andréa, que me devolve o dia ao descerrar as pálpebras!

 

Ela sou eu e eu sou ela, em comunhão espiritual profunda.

Ela é presente de Deus que me abençoa todos os dias.

É a voz do Coração Cósmico, me dizendo EU TE AMO!

 

Torno-me humilde em infinita reverência…

Quem melhor para curvar o ego de alguém, quanto um amor que ofusca sem abafar?

Esta é para você Andréa, que é a LUZ de minha vida.

Dalton Campos Roque – Curitiba – 03/05/2004

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e também em Educação em Valores Humanos. - Não sou pesquisador da consciência, nem de religiões ou afins, sou apenas um escritor intuído e poeta ingênuo e romântico, médium intuitivo e inspirado, anímico e mediúnico. - Não sou entendido e nem autoridade em nenhum assunto, nem evoluído ou melhor que ninguém, até pelo contrário. - Este site é apenas uma modesta tarefa de redenção consciencial e mais nada, serve para dar vazão o que me surge na mente e que "vaza" pelo coração. Aqui estão "esculpidos" todos os meus defeitos e limitações , sem mais aparências, enfeites ou rótulos, não sou nada e nem sei de nada. Sou o "Tio Dalton" de forma irreverente, bem humorado e brincalhão. Curto rock progressivo, rock pesado, música new age e músicas mais espirituais em geral, adoro filmes de ficção científica e ação, curto eletrônica, áudio, física e matemática, tomo muito café, como carne, estou negligente na leitura e na meditação além de muito preguiçoso. Sou simples, irreverente, caipira e "sinto muitas saudades do meu planeta". MEU SONHO É UNIR AS PESSOAS NUM ÚNICO PROPÓSITO DE EVOLUÇÃO CONSCIENCIAL e a transcender as vaidades pessoais e egoísmos materiais; (utopia factível se não fosse a "babaquice" das pessoas). - "Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso". ------------- DEIXE UM COMENTÁRIO EDUCADO, ELEGANTE E BEM ESCRITO, MOTIVE-NOS!! Não abuse, os comentários são moderados.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)