TONY ROBBINS AJUDANDO PESSOAS

TONY ROBBINS AJUDANDO PESSOAS

Tony Robbins descreve intensa e incomum rotina matinal para um dia produtivo

Banho congelante e meditação são alguns dos hábitos que o coach mais famoso do mundo utiliza para começar bem o dia

Ao longo dos últimos 30 anos, Tony Robbins se tornou o maior coach do mundo ao treinar grandes celebridades, desde o ex-presidente Bill Clinton, a ícone do tênis Serena Williams até o reverenciado gestor de hedge funds Paul Tudor Jones.

Ele vendeu milhões de livros, vídeos, gravações de áudio e ingressos para seus seminários. Robbins tem 55 anos, mas ainda mantém uma agenda lotada de eventos e é mais frenético do que nunca no palco, pulando regularmente e correndo através de multidões que pagam para receber suas dicas e conselhos. Os dias podem durar 12 a 14 horas, em seus seminários mais intensos, o que exige um preparo de um verdadeiro atleta.

O portal Business Insider (http://www.businessinsider.com/tony-robbins-morningroutine-2015-10)
conversou recentemente com o coach depois que ele visitou seis países em 12 dias, e Robbins revelou o principal elemento responsável pela sua energia. Segundo ele, tudo se resume a sua intensa e altamente incomum
rotina.

Acorda cedo e toma um banho frio

Devido as suas deslocações frequentes, Robbins não tem uma hora específica para se levantar, mas garante que dedica pelo menos 10 a 15 minutos da sua rotina para isso independentemente da quantidade de sono que ele tenha.

Em outra ocasião, Robbins disse que saltava em uma Jacuzzi depois de acordar e antes de dar um mergulho em uma de suas piscinas frias, personalizadas e mantidas em uma estimulante temperatura de 14 graus celsius. Mas agora ele vai direto para o frio. Ele mantém-se submerso por um minuto inteiro.

“Eu não faço isso porque eu sou um masoquista, eu faço isso porque não há nada que pode mudar tudo em seu sistema como uma mudança radical na temperatura”, disse ele. Quando ele está em sua casa, na cidade resort de Sun Valley, Idaho, em vez disso ele vai para um rio adjacente, mesmo quando está nevando. “Então, isso é muito louco”, disse.
“Cada órgão, cada nervo em seu corpo parece estar em chamas.”

Ou, se estiver disponível, entra em um tanque de crioterapia. Robbins largou o doloroso hábito de banho de gelo quando descobriu a crioterapia de corpo inteiro, depois de várias pessoas, incluindo ícones da NBA, Kobe Bryant, comentar com ele sobre isso.

De acordo com Cryohealth, crioterapia de corpo inteiro foi desenvolvido pela primeira vez no Japão em 1978 para quem sofre de artrite. A técnica usa nitrogênio líquido para diminuir a temperatura da pele do usuário entre 10 e 1 grau celsius durante dois a três minutos.
A queda acentuada na temperatura reduz a inflamação e provoca uma corrida de endorfinas. Ela pode causar uma sensação de formigamento, mas é indolor. Robbins comprou uma unidade para sua sogra com artrite e depois que ela caiu no amor
pelo equipamento, ele passou a utilizar para si próprio. Ele disse que, quando ele tentou fazê-lo em primeiro lugar, “era como, ‘Oh, meu Deus. Isso é incrível.” Ele afirma que é especialmente útil de manhã após uma sessão de seminário de 12 a 14 horas.

Robbins tem uma unidade que vai até o pescoço agora, mas disse que está procurando uma unidade em que ele possa mergulhar seu corpo inteiro.

Primordial

“Eu fiz um acordo comigo mesmo: Se você não tem 10 minutos para você mesmo, você não tem uma vida”, disse Robbins. “Não há nenhuma desculpa. Então, eu reservo esse tempo para fazer um pequeno ritual.” Ele chama este ritual de “priming”, e está dividido em três partes. Ele geralmente coloca para tocar alguma música instrumental meditativa durante esse ritual.

Parte um: Exercício de respiração.

Robbins faz três séries de 30 respirações de Kapalabhati Pranayama. Nesta antiga técnica de yoga, a pessoa senta mantendo a postura ereta e elimina todo o ar dos pulmões. Inspira lenta e profundamente e, sem reter o ar, expire pelas narinas, bom bastante vigor e recolhendo com firmeza o abdômen. Depois volta a inspirar de forma completa, com
suavidade, e solta o ar outra vez com força, porém sem contrair a musculatura facial nem movimentar os ombros.

Ele então concluiu com uma inspiração profunda seguida por uma expiração profunda. Especialistas advertem que a técnica é para praticantes de yoga avançado e pode ser perigosa para os novatos e pessoas com hipertensão. Robbins diz que ele faz isso porque ela muda a maneira como ele respira e se move.

Parte dois: Expresse gratidão.

Ele, então, leva alguns minutos para pensar em três coisas que ele é agradecido por ter, o que pode ser algo pequeno como “o vento no meu rosto ou o sorriso de meu filho.”
“A razão pela qual eu escolhi a gratidão é porque quando você está grato você não pode ficar com raiva”, disse ele. “E quando você está grato você não pode ter medo.”

Parte três: Rezar.

Robbins, em seguida, passa os próximos três minutos que procurando força e desejando coisas boas para sua família , amigos e clientes. Ele considera que é um exercício espiritual, mas ele não precisa ser amarrado a religião.

Alimente-se.

Uma vez que ele fez com seus rituais, ele vai normalmente faz um café (/assuntos/cafe) da
manhã diferente, mas nutritivo, geralmente com peixe e salada. Então ele está pronto para
motivar algumas pessoas

Retirado integralmente de: <http://www.infomoney.com.br/carreira/coaching/noticia/4357513/tony-robbins-descreve-intensa-incomum-rotina-matinal-para-dia-produtivo> em 30/01/2017

Não deixe de ver o lindo e útil documentário sobre o trabalho de Tony Robbins, um exemplo para a humanidade, aqui: https://www.youtube.com/watch?v=CnKnMwbMUvE legendado em português e aqui dublado e extendido:  https://www.youtube.com/watch?v=d0-WmP9TMYU

A coisa que mais admiro nas pessoas é a condição, a intensão e a vontade de ajudar aos outros, Dalton

Mais alguns vídeos úteis legendados:

 

O que você achou?

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)