ORIENTAÇÃO ESPIRITUAL PARA QUEM USA COMPUTADORES EM CASA

ORIENTAÇÃO ESPIRITUAL PARA QUEM USA COMPUTADORES EM CASA

Olá pessoal, o Wagner Borges é nosso amigo há muitos anos e é a nossa principal referência consciencial / espiritual (dentre várias outras). Ele é um excelente sensitivo, um médium completo e um projetor astral consciente (lúcido) super experiente. Como informática é a minha área (Dalton) e também sou sensitivo e bastante ectoplasta, já tive várias experiências paranormais (umas ruins e outras engraçadas) com computadores, softwares e impressoras. Eu tomei a liberdade de editar o texto dele, mas nem fiz questão de pontuar quais partes, fica como sendo tudo dele. Preferi esclarecer isto por uma questão de ética

ORIENTAÇÃO ESPIRITUAL PARA QUEM USA COMPUTADORES EM CASA

Por Wagner Borges – www.ippb.org.br

“O computador é apenas uma máquina, mas as ideias que são veiculadas através dele são vivas e portam vibrações compatíveis com o nível das mesmas. Pensamentos e emoções expressam-se energeticamente e podem impregnar as teclas e a tela do aparelho principalmente, mas pode também afetar todo hardware, e dependendo da qualidade das energias pode travar ou estragar a máquina e até o HD ou disco rígido, principalmente se o usuário contiver alguma exsudação de ectoplasma.

Principalmente para aqueles que participam de listas de discussão na Internet e redes sociais, onde é muito comum, independentemente do tema em questão, ocorrerem discussões acaloradas por causa de pontos de vista diferentes, é prudente ocasionalmente fazer uma limpeza energética no equipamento que usa. Tal procedimento evita o acúmulo de formas-pensamento densas aderidas à estrutura do mesmo.

O motivo pelo qual estou escrevendo isso é que normalmente faço uma limpeza energética no equipamento que uso, mas ultimamente, devido à correria de diversas atividades, não tenho feito. Ainda agora, enquanto pesquisava alguns livros em frente ao computador ligado, fechei os olhos por alguns instantes e fiz uma pequena massagem com os dedos indicadores nas laterais do nariz.*

Espontaneamente, o meu chacra frontal ativou-se e houve um flash de luz branca na testa seguido de um forte formigamento no local (uma das sensações características de ativação do chacra frontal).

Pela tela mental interna da testa vi uma mão luminosa aplicar energias nas teclas do meu computador e em seguida retirar um tufo de energias escuras emaranhadas que estavam aderidas ali (parecia um emaranhado de linhas de costura escuras e úmidas). Imediatamente lembrei-me de alguns e-mails que recebi ontem contendo relatos de problemas no âmbito dos relacionamentos e também de algumas brigas que li numa das listas de discussão de que participo na Internet.

A seguir, vi completamente o amparador que estava ao lado do computador e observava-me com um sorriso simpático e um olhar divertido. Era um homem jovem, de cerca de uns 35 anos, alto e magro, cabelos encaracolados e vestido com uma bata branca (estilo grego).

Ele sugeriu-me escrever um pouco sobre essas energias densas que aderem ao computador justamente para alertar as pessoas sobre as cargas pesadas que elas permitem chegar em seus lares pela tela do equipamento, e que podem afetá-las de formas variadas*.

Penso o seguinte: principalmente em listas de discussão e redes sociais sobre temas políticos e/ou espirituais o nível dos papos poderia ser bem melhor. Isso não significa que as pessoas tenham que concordar com tudo o que os outros escrevem, ou que não possam expressar suas opiniões. Apenas é um cuidado óbvio para quem já estuda a influência dos pensamentos e emoções nas energias manifestadas e que objetiva compartilhar de climas saudáveis dentro da temática à qual participa.

Num ambiente web desses, que, mais do que de discussão, poderia ser de compartilhamento e troca de ideias criativas que gerassem climas espirituais sadios, os pensamentos e emoções se cruzam interdimensionalmente (multidensionalmente – derivado de multidensional) e portam as suas respectivas atmosferas psíquicas.

Muitas vezes, espíritos assediadores pegam carona nessas vibrações e patrocinam obsessões ocultas entre os participantes beligerantes da lista e aqueles que se afinizarem com tais climas pesados (coisa que, nesse exemplo específico, obviamente é um absurdo em se tratando de uma lista supostamente voltada para o compartilhamento de estudos espirituais).

Sei que ao escrever isso poderei ser até mal interpretado. Porém, fica óbvio para qualquer um com um mínimo de inteligência e bom senso que, quanto maior o nível de conhecimentos, maior será a responsabilidade de alguém. Principalmente alguém que estuda temas espirituais e que fala de amor, luz, espiritualidade e discernimento.

Parece óbvio que climas de disputa entre participantes de uma lista, ou mesmo de beligerância declarada por algum motivo pessoal (em alguns casos nota-se claramente a vontade de alguém de aparecer ou de aumentar o próprio ego. Fora os casos de inveja mesmo e de pura leviandade) não são o objetivo de alguma lista espiritualista em essência.

No entanto, uma lista é composta por seres humanos com qualidades e defeitos (me incluo nisso também) e isso é naturalmente exteriorizado naquilo que alguém escreve. O melhor e o pior podem aparecer, dependendo do momento e das circunstâncias.

O objetivo dessas linhas é apenas o de alertar sobre as energias densas que grudam nos computadores e as conseqüências oriundas disso. Cada leitor é que sabe a quantas anda o teor daquilo que pensa, sente, faz e escreve.

Num planeta onde a maior parte da população não tem acesso à Internet (infelizmente, muitos não tem recursos nem para alimentar-se satisfatoriamente) parece claro que quem participa de alguma lista de discussão está tendo uma chance muito boa de compartilhar ideias dentro da temática que gosta e enriquecer seus conhecimentos e amizades.

Será que as pessoas têm a noção correta das amplas possibilidades de formar novas amizades e ampliar os conhecimentos que o acesso à Internet propicia?
Será que elas já perceberam que uma lista de discussão não é um ringue virtual para suas disputas estúpidas e nem para a ampliação de seus egos?
Será que elas estão agradecidas pelas possibilidades da abertura consciencial?
Será que elas estão sorrindo mais e com o coração mais rico por poderem teclar sobre aquele assunto de que tanto gostam?

Talvez eu seja até mal compreendido ao escrever tudo isso. Porém, cada um sabe o tipo de coisa que projeta em seus caminhos de vida.

PS: Fico pensando nas pessoas que atuam como moderadoras de alguma lista, e naquelas que coordenam sites na Internet. O que elas recebem de cargas psíquicas nos e-mails não é brincadeira!
É, talvez seja carma gerenciar uma lista ou MANTER UM SITE NO AR e aguentar os dramas psíquicos dos outros.

De toda forma, a Internet só reflete o nível das pessoas. Se cada um é o que é, também é verdade que “a cada um segundo suas obras!”
Quem planta morangos colherá morangos. E quem planta pimenta nunca colherá morangos.
Tomara que as pessoas possam perceber que vale muito mais a pena compartilhar os morangos do conhecimento nas listas de que participa, do que apimentar os papos com disputas desnecessárias**.
Paz e Luz.
Wagner Borges
Notas:

Uma técnica simples e eficaz de limpar energeticamente o computador

Luz dourada – Sentado em frente ao computador, feche os olhos, eleve os pensamentos ao Grande Arquiteto Do Universo, e visualize uma bola de luz dourada ou violeta flutuando por cima dos teclados da máquina. Imagine que essa esfera emana energias para dentro dos teclados. Ou seja, dê um banho de luz neles! Faça isso por cerca de 1 minuto, com confiança e sentimentos legais.
A seguir, eleve a esfera um pouco e mantenha a mesma flutuando em frente a tela da máquina. Ela deve pairar no ar, bem entre a tela e o seu rosto. Imagine que a luz emanada dela é curativa e energizante. Fique assim por mais 1 minuto.

Fique bem!”

NOTA:
Esse texto foi escrito por Wagner Borges, originalmente no ano de 2002 e postado em algumas listas da Internet. Aqui ele está ampliado e acrescido da nota com a técnica de limpeza energética. (atualizado em julho de 2005) e ainda ligeiramente editado pelo casal Dalton e Andréa do Consciencial.Org.

O que você achou?

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)