NOOSFERA – A CONSCIÊNCIA GLOBAL HUMANA

NOOSFERA – A CONSCIÊNCIA GLOBAL HUMANA

Texto retirado e mesclado de: Wikipedia <https://pt.wikipedia.org/wiki/Noosfera> e <http://aborigine42.blogspot.com.br/2014/04/a-consciencia-global-humana-e-noosfera.html> e ligeiramente editado.

NoosferaNoosfera - Consciência Global

A Noosfera pode ser vista como a “esfera do pensamento humano“, sendo uma definição derivada da palavra grega νους (nous, “mente”) em um sentido semelhante à atmosfera e biosfera.

Na teoria original de Vernadsky, a noosfera seria a terceira etapa no desenvolvimento da Terra, depois da geosfera (matéria inanimada) e da biosfera (vida biológica). Assim como o surgimento da vida transformou significativamente a geosfera, o surgimento da conhecimento humano, e os consequentes efeitos das ciências aplicadas sobre a natureza, alterou igualmente a biosfera.

No Conceito da Noosfera do filósofo francês Teilhard de Chardin, assim como há a atmosfera, existe também o mundo das ideias, formado por produtos culturais, pelo espírito, linguagens, teorias e conhecimentos.

Seguindo esse pensamento, alimentamos a Noosfera quando pensamos e nos comunicamos. A partir de então, o conceito de Noosfera foi revisto e consequentemente sendo previsto como o próximo degrau evolutivo de nosso mundo, após sua passagem pelas posteriores transformações de “Geosfera”, “Biosfera”, “Tecnosfera” (temporária e em andamento) e então Noosfera.

A transição da biosfera de uma ordem inconsciente de instinto para a ordem superconsciente de telepatia é uma função da Lei do Tempo e é denominada transição biosfera–noosfera. A transição biosfera-noosfera é o resultado direto do aumento exponencial de complexidade biogeoquímica e a consequente liberação de “energia livre” devido à aceleração da transformação termo-químico-nuclear dos elementos. A evolução do “Cérebro Galáctico” segue um processo estritamente regulado no qual a transição da consciência instintiva para a consciência telepática contínua é inevitável e representa a derradeira crise no desenvolvimento da biosfera. Essa mudança, caracterizaria então a próxima era Geológica denominada Era “Psicozóica”, definida como a sequência normativa da evolução do superconsciente hiperorgânico da noosfera unificada telepaticamente.

No séc. XXI, M. Mocatino deu origem a uma vertente de pensamento sem nome e mutável (fazendo referência ao universo), a qual detinha como intuito também “traduzir” a Noosfera. Essa vertente, não se baseia em conceitos mas sim em ideias que são refutadas e transformadas (quase como um programa “open-source”), seguindo uma lógica de pensamento baseada em hipóteses e probabilidades levando em consideração o princípio da incerteza, assim como o modelo universal.

Essa vertente de pensamento possibilita à mente humana a capacidade de esboçar em seu subconsciente um cenário da Noosfera, diferente do modelo relativamente “estático” a que estamos acostumados em nosso cotidiano. Um dos indícios de noosfera é traduzido pelo crescente aumento de pessoas tendo a mesma ideia praticamente ao mesmo tempo, mesmo estando isoladas. Seguindo Leis físicas, a explicação para isso seria dada por uma relatividade divergente de velocidade presente entre a matéria e a energia, ou entre o cérebro e a noogênese, na qual as informações acessadas já estariam dispostas na Noosfera, mesmo que de forma primordial.

Algumas das ideias usadas de base para isso estão concentradas em temas como “Agnosticismo”, “Cosmologia” e “Cultura Maia” entre outros povos, os quais detinham um conceito sobre o tempo diferente das sociedades ocidentais e dominavam a Matemática e o Mapeamento Astral…

“Noosfera: Do grego Nous, espírito. Têrmo criado por Teilhard de Chardin e retomado por Ed. Leroy. Designa ‘o invólucro pensante’ humano que recobre tôda a terra. É o envoltório energético formado por tôda a atividade espiritual dos homens: vasta rêde psíquica cuja aparição remonta aos primeiros sêres humanos, na aurora do pensamento refletido, e cuja densidade só faz crescer em função do número dos homens e da qualidade do seu pensamento.”

Nota de Dalton: De qualquer forma este novo conceito de NOOSFERA nos remete aos campos psíquicos do Inconsciente Coletivo de Calr Gustav Jung, das Campos Morfogenéticos de Rupert Sheldrake e dos campos psíquicos vetoriais das Constelações Familiares de Bert Hellinger.


A Consciência Global Humana e a NoosferaInteligência_Coletiva Noosfera - Consciência Global

Outras vezes abordado aqui em nosso blog, o conceito da Consciência sempre causou um certa dificuldade em sua compreensão, tal como um igual fascínio, dado sua grande abstração e abrangência em nosso universo. Em si, a consciência é considerada pela ciência como uma qualidade da mente, abrangendo qualificações tais como subjetividade, autoconsciência, sentiência, sapiência, e a capacidade de perceber a relação entre si e um ambiente.

Outras vertentes, no entanto consideram a consciência uma estrutura de energia construída pelo simples fato da existência. Como um campo universal de consciência interagindo com as estruturas elétricas do cérebro mais evoluído dos seres vivos até os núcleos mais elementares em nível quântico. Todo o movimento perpétuo dos elementos constituiriam portanto isso que chamamos de consciência.

Naturalmente a ideia é tomada como controversa pelos meio acadêmicos convencionais. Mas e se houvesse provas empíricas que comprovassem tal interação, ou mesmo sugerissem que existe mais do que se imagina? Foi assim que nasceu o Projeto de Consciência Global.

Mas antes de abordamos o tal projeto, precisamos entender alguns conceitos e teorias filosóficas.

 


A Noofera

Noosfera - Consciência Global

A Noosfera pode ser vista como a “esfera do pensamento humano”, sendo uma definição derivada da palavra grega νους (nous, “mente”) em um sentido semelhante à atmosfera e biosfera. Seria a terceira etapa no desenvolvimento da Terra, depois da geosfera (matéria inanimada) e da biosfera (vida biológica).

O Conceito da Noosfera do filósofo francês Teilhard de Chardin, afirma que assim como há a atmosfera, existe também o mundo das idéias, formado por produtos culturais, pelo espírito, linguagens, teorias e conhecimentos. Seguindo esse pensamento, alimentamos a Noosfera quando pensamos e nos comunicamos.

Segundo Teilhard, a transição da biosfera de uma ordem inconsciente de instinto para a ordem superconsciente de telepatia é somente questão de tempo, sendo tal evolução a um pressuposto “Cérebro Galáctico” um processo estritamente regulado no qual a transição da consciência instintiva para a consciência telepática contínua. O processo é inevitável e representa a derradeira crise no desenvolvimento da biosfera.

Podemos observar indícios da noosfera pelo crescente aumento de pessoas tendo a mesma idéia praticamente ao mesmo tempo, mesmo estando isoladas.


A Consciência Coletiva

Noosfera - Consciência GlobalÉ primordial evidenciar que o conceito de Consciência Coletiva não é recente, tendo sido abordado pelo sociólogo francês Émile Durkheim (considerado o “pai da sociologia”) em 1893. Segundo ele essa consciência seria um conjunto cultural de ideias morais e normas.

A teoria sociológica de Durkheim demonstra que os fatos sociais têm existência própria e independem daquilo que pensa e faz cada indivíduo em particular. Embora todos possuam sua “consciência individual”, seu modo próprio de se comportar e interpretar a vida, podem-se notar, no interior de qualquer grupo ou sociedade, formas padronizadas de conduta e pensamento. Essa constatação foi o que Durkheim chamou de consciência coletiva.

Essa consciência, constituída por formas coletivas de agir e pensar, se manifesta como uma realidade externa às pessoas, sendo praticamente dotado de vida própria.

 

 


O Projeto de Consciência Global

Por volta dos anos 1980, Roger Nelson, um psicólogo com PhD por Princeton, desenvolveu algumas experiências com um aparelho chamado Gerador de Números Aleatórios (REGs–Random Event Generators).

Os REGs geram uma sequência de bits de informação. Fazem amostragens de ruído electrónico com origens a nível quântico, e convertem-no numa sequência totalmente imprevisível de 1´s e 0´s. Em cada um dos locais de recolha de informação, existe um computador com um software que lê os dados gerados pelo REG, guardando-os na memória do computador, e em intervalos de 5 minutos envia esses dados através da Internet para serem arquivados num servidor em Princeton.

Nota de Dalton – conheci este aparelho no curso de Parapsicologia que eu e Andréa fizemos na UNIBEM – Faculdades “Espíritas” de Curitiba. Ele possui um micro material radioativo e é feita uma leitura eletrônica desta radiação que é transformada em zeros e uns – bits ou valores digitais para computadores. Se a leitura é feita a partir de radiação então os valores de zeros e uns gerados são totalmente aleatórios e medidos e registrados em um computador.

REGTs global consciouness project

Esse conjunto de REG e software é chamado” EGG”. Em cada segundo, cada REG produz uma sequência que é composta por 200 bits, essencialmente equivalente a atirar 200 moedas ao ar e contar as caras.

Nota de Dalton – esses REGs estão espalhados em Faculdades e Universidades chaves através do planeta junto a seus computadores. Estão interligados através de uma rede. Quando acontece qualquer evento relevante a nível mundial todos os aparelhos registram alterações sozinhos, sem interferência humana. O mais interessante é que as vezes eles registram os eventos antes mesmo deles ocorrerem, podem ser por segundos, minutos ou até mais, comprovando que há uma rede de influência psíquica mundial.

Consciência Global Noosfera global consciouness project

O interessante é que através da análise destes dados aleatórios, aparentemente as linhas que mostravam o desvio dos dados, evidenciando uma possível tendência. Por observação, Nelson concluiu que quando alguém se concentra no aparelho há uma flutuação anormal das probabilidades: são sorteados muitos 0s seguidos ou muitos 1s.

Os resultados obtidos permitiram que o Projeto de Consciência Global fosse criado – uma rede de geradores de números aleatórios, com mais de 100 cientistas e engenheiros, espalhados por 340 laboratórios em todo o mundo. O projeto conta com equipamentos em mais de 50 locais, do Alaska a Fiji, em todos os continentes e em quase todos os fusos horários, estudando a sutil influência da consciência humana no mundo físico.

Consciência Global Noosfera global consciouness project

A hipótese testada pelo experimento é pretensiosa: a existência de uma consciência coletiva capaz de alterar as leituras dos aparelhos. Até aqui, o experimento tem captado um desvio das probabilidades diante de eventos de impacto global. Foi assim nas eleições norte-americanas de 2008, competições esportivas (como a Copa do Mundo de Futebol), prémios internacionais (Oscar, Grammy), morte da Princesa Diana, o evento terrorista de 11 de setembro nos EUA e outros.

O fluxo continuo de dados gerado por estes instrumentos tende a divergir do esperado quando ‘eventos globais’ de grande relevo, estimulam a coerência de pensamentos e emoções em uma grande quantidade de pessoas.

Consciência Global Noosfera global consciouness project mandela dies

Consciência Global Noosfera global consciouness project mandela dies terror010911zo1-1hr-450x427

Além disso, o GCP identificou “anomalias” horas antes dos ataques de 11 de Setembro, o que parece implicar em uma premonição subconsciente de massa!


Veja aqui uma matéria do jornal CBS2 News, falando sobre o Projeto Consciência Global: 

 

– Projeto Web Bot

bot REGs noosfera Consci~encia Global

O The Web Bot Project, criado em 1997, foi projetado inicialmente para procurar na internet informações que pudessem dar previsões do mercado de ações. O programa vasculha a internet em busca de palavras em sites com muitos textos, grupos de discussão e sites de tradução, filtra e faz previsões.

Segundo o Web Bot Project, as redes bots não apenas são capazes de anunciar movimentos futuros da bolsa, mas também acontecimentos de outro tipo. Em julho de 2001, o Web Bot Project informou que um fato ocorreria nos Estados Unidos, modificando os rumos da política mundial. Em 11 de setembro do mesmo ano, grupos terroristas derrubaram as Torres Gêmeas de Nova York e atacaram o Pentágono em Washington.

O interessante é que o programa atribui valores numéricos para quantificadores emocionais. O léxico também é dinâmico e muda de acordo com mudanças na tensão emocional, e como os seres humanos se comunicam essas mudanças através da Internet, criando uma espécie de leitor do consciente coletivo.

Outros sucesso alegados ao programa são o terremoto no Oceano Índico de 2004 e o furacão Katrina e sua devastação.

Estas empolgantes evidências nos apontam para uma forma totalmente nova de entender e definir nossas ligações uns com os outros, assim como todo o universo invisível que a todos nós permeia. Os resultados assinalam para um novo horizonte de ideias, trazendo à tona teorias e fundamentos antes considerados absurdos. Juntos, os crentes e até mesmo os mais céticos percebem que o mundo físico e o nosso mundo mental de informação e consciência, estão ligados de formas que ainda não compreendemos e não podemos negligenciar.

De uma forma poética, poderíamos definir a Consciência como talvez sendo o holopensene (conjunto de pensamentos, sentimentos e energias) que une todas as partes ao Todo.

Henrique Guilherme – Escritor e Curioso acerca dos grandes mistérios das antigas civilizações – <http://www.facebook.com/henrique.aborigine>

 

O que você achou?

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)