DOCUMENTÁRIO A Luz do Sol Dourado

DOCUMENTÁRIO A Luz do Sol Dourado

Pelo interesse despertado no Budismo da tradição “Bön” deixo esse documentário de 1 hora. Tema essencial para conhecimento espiritual. Há mais de 50 anos, a tradição Bön de budismo tibetano foi arrancada de seu profundo refúgio nas montanhas dos Himalaias.

Essa é a história da longa e difícil jornada que se seguiu. Contada pelas lentes de um professor Bön em exílio – Tenzin Wangyal Rinpoche – esse filme revela algo muito precioso e antigo: uma rica herança espiritual, escondida por milênios, cujos ensinamentos secretos apenas agora estão sendo conhecidos pelo mundo. Pode ser que não haja uma tradição espiritual ininterrupta mais antiga que o Bön, que traça seu começo a um buda anterior a Shakyamuni em milhares de anos. Ainda assim, essa tradição hoje pode estar encarando seu maior desafio até aqui: preservar sua rica herança além da sua terra natal.

Um filme de Rogelio Jaramillo Flores, produzido e contado pelas lentes do aclamado mestre do Dzogchen Bön, TENZIN WANGYAL RINPOCHE.

 

 

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo da New Age, o que considera uma viagem na maionese quântica e por ironia se declara ativista quântico.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)