INTERSEÇÃO CONSCIENCIAL

INTERSEÇÃO CONSCIENCIAL

A interseção entre “realidade” e a percepção é o conhecimento.

É de graça?

Não, todos temos que pagar certos pedágios evolutivos, cármicos ou não!

Notas:

Pedágio evolutivo é um “preço” que temos que pagar em forma de tempo, energia, sofrimento ou dinheiro ao frequentarmos locais e grupos que não conhecemos e ao convivermos e atritarmos naturalmente com as pessoas. As vezes nos decepcionamos, as vezes perdemos um tempo danado para descobrir que não era aquele grupo que precisávamos, as vezes descobrimos que fomos enganados e nos prometeram demais apenas para pegar nosso dinheiro, etc. Estes são pedágios evolutivos e nem por isso servem de desculpa para desanimar.

Boa parte de nossos erros é delegar a responsabilidade evolutiva para terceiros, criar expectativas, colocar esperança indevida em grupos “legais” e “simpáticos” e procurar várias formas (mesmo inconscientemente) de “salvação” confortável que nos livre de esforço íntimo maior.

Quero dizer, não importa se você está “sozinho” ou num grupo super chique e super legal – do ponto de vista consciencial, vale o que você é, sente e faz por dentro para evoluir.

Não desanime, esta é apenas mais uma encarnação!!!

Qual sua motivação espiritual? Qual a diferença entre conhecimento e sabedoria para você? Comente.

Dalton

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque – auto intitulado como “Tio Dalton” de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade.
—–
Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e “New Age’s”.
—–
Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática.
—–
É simples, irreverente, se denomina “caipira” e “sente muitas saudades de seu planeta”.
—–
O que mais aprecia é escrever, aprender, criar “coisas” novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. — -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)