HUMOR É AMOR

HUMOR É AMOR

A vida é essencialmente espiritual, a matéria é espiritual, é energia, é alma, segue as leis físicas, extrafísicas, as cósmicas, quânticas, micro e macro e as transcendentais que jamais supomos ou suporemos alhures…

Hoje nosso habitat é físico, denso, lento e grosseiro e os pensamentos e sentimentos de uns e outros permanecem invisíveis a maioria dos encarnados – nós – cegos conscienciais.

Desde o carro de boi, a carroça, a velocidade da vida e a produtividade cartesiana e selvagem vem aumentando. Claro, há sim benefícios sociais, as comunicações, o conforto, o diagnóstico e cura de doenças, tecnologias de segurança, uma lista enorme.

Mas conforto e velocidade contemporâneas – séc. XXI – perdemos qualidade de vida, nos afastamos da natureza e nossos sentidos, percepções e parapercepções ficam cada vez mais embotadas.

Se os livros, cursos e técnicas aumentam exponencialmente, por outro lado a indisciplina física, mental, emocional, bioenergética e espiritual diminuem nos tornando cegos conscienciais no “tiroteio cósmico evolutivo”.

Portanto, este é um século de aceleração evolutiva consciencial, eclosão de virtudes e defeitos em todos nós para identificação cármica (positiva e negativa) acentuando nossas identidades cósmicas e tendências positivas e/ou negativas, propiciando – pela lei dos semelhantes – a separação do joio e o trigo, definindo os gruposcarma de forma mais acentuada.

Assim nos preguiçosos, a preguiça se acentuará, nos sensuais a sexualidade exacerbará, nos arrogantes e irritabilidade e a ironia eclodirão, nos bons, a humildade aumentará, nos produtivos, o trabalho se multiplicará e neste bojo as competições mesquinhas, os egos vaidosos, os afetuosos lúcidos, os trabalhadores conscientes se confrontarão no dia-a-dia da vida social, profissional e familiar deste plano denso de matéria.

E no habitat extrafísico concomitante ao nosso a influência dos amparadores (amigos espirituais) e dos obsessores (que só nos incomodam por causa de nossa sintonia negativa). Amparadores e obsessores fazem o que podem, aproveitam tudo, cada oportunidade, cada momento, e neste momento de ampliação, de exacerbação dos sentimentos positivos e dos negativos, pelas leis dos semelhantes, recebemos ou o amparo ou o assédio que atraímos e merecemos, seja no trânsito, no trabalho, no lar, no lazer, do grupo espiritualista e por aí vai em infinitos contextos.

Então é mesmo difícil não se irritar, não perder a paciência nesta vida rápida, de pressão neurotizante, em que temos que chegar na hora, produzir para dar leite ao filho, pagar o aluguel, etc. Então depois vai-se relaxar no Facebook, inscrever-se numa lista de mensagens, ler um site doce e legal espiritualista, ler um livro com lindas mensagens e coisa e tal.

Ninguém é mesmo de ferro e consegue segurar a sintonia elevada as 24 horas do dia, a gente se irrita, somos apenas medianos e nada mais, amparadores de bom nível é que possuem paciência e equilíbrio inabalável, nós apenas tentamos sobreviver, passar por mais um dia tentando sermos felizes. E ninguém vai elevar um estado de consciência mediano desses em pouco tempo. São precisos anos de trabalhos intensos de meditação e reflexão, coisas práticas, não apenas leituras e estudos. Não apenas projeções astrais ou mediunidades, mas práticas de relaxamento, práticas bioenergéticas, reflexão e meditação, técnicas respiratórias e tal. E quem consegue disciplina, tempo e disposição física e mental para isto? Afinal se é PRÁTICA tem que ser TODOS os dias!

Creio que o bom humor pode ser um forte aliado para gerar bons pensamentos, sentimentos e energias e melhorar os hormônios de prazer gerados pelas glândulas, que por sua vez trabalhando bem, desobstruem os chacras e melhoram a aura. O negócio é tentar ficar menos tenso, mais relaxado, se ofender menos, se irritar menos, perdoar mais, tolerar (só tolera quem não aceita), por quem não se importa não precisa tolerar.

Então a pessoa tensa, irritada, mal humorada, vai no Facebook, na lista de mensagens, no site tal para relaxar e lê algo que não gostou (ego de identificação, processo de espelho, lei do semelhante – veja este vídeo para entender o que digo: http://www.youtube.com/watch?v=7FIJFI6phco&list=UUFDobTZlUwzU5VJX8dgaZ2A – e se enfurece literalmente revelando seu estado de consciência, revelando quem é e sua falta de autoconhecimento. O autoconhecimento é ferramenta número 1, indispensável e fundamental para auto realização, a felicidade e a evolução espiritual.

Portanto, termino aqui revelando uma experiência, vivência pessoal de minha intimidade: se eu não tivesse muito bom humor, se eu não fosse bem “sacana” e brincalhão eu já teria desistido de mim mesmo há muito tempo, porque sei que o conhecimento de persi não vale nada, o que importa é o que assimilo dele, vivencio, sinto e pratico e há muitos casos em que o conhecimento emburrece o ser, devido a sua arrogância, vaidade e orgulho. Mas não falo de consolação piegas não, falo de sentimentos elevados, intenção suprema de se auto melhorar, de aprender a amar, de abrir mão, de servir a humanidade aprendendo a aprender. E não há outro caminho senão o das cabeçadas, das dores e dos arrependimentos entre alguns poucos acertos.

Portanto, não desanime, vá firme, tente ser melhor, não importa seu nível condição ou local, não importa se você sente desvalia, abandono ou outro sentimento, recomece com o bom humor, vá devagar, mas firme, ria de si mesmo, sacaneie a si próprio e não leve as críticas tão a sério, pois bom humor é um bom amor.

 

Se você acha que este texto pode auxiliar alguém espiritualmente compartilhe e divulgue, obrigado!

Ah, deixe seu comentário, isso pode me ajudar a criar outros conteúdos.
E vote nas estrelinhas bem ao fim.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo da New Age, o que considera uma viagem na maionese quântica e por ironia se declara ativista quântico.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)