PRÁTICA ESTRELA PRÂNICA

PRÁTICA ESTRELA PRÂNICA
– Por Wagner Borges –
(Esse é um texto iniciático e já está revelado nele o suficiente para quem estiver com as percepções espirituais sintonizadas nas faixas deBrahman, o Divino Comandante dessa Nave-Universo, onde cada ser viaja nas ondas do que pensa, sente e faz, correspondendo-se, sem perceber, com as atmosferas daquilo que busca em sua consciência interna. Mais do que isso, não dá para explicar nesses escritos).
Caro leitor,
Sente-se confortavelmente e eleve os pensamentos e sentimentos à Divina Causa de tudo. Vamos fazer juntos uma antiga prática iogue. Mas, antes de começarmos, um aviso:
NÃO BUSQUE A ESPIRITUALIDADE CARREGANDO EM SI MESMO OS TRÊS DETONADORES DA PAZ INTERIOR: arrogância, leviandade e má intenção.
Com modéstia, amor, lucidez, desprendimento, alegria, paciência e um imenso desejo de ser útil à evolução e à felicidade de todos os seres, opere da seguinte maneira:
Visualize uma estrela branca de cinco pontas bem em frente a região entre os seus olhos (1). Ela é uma forma viva, pulsante, com o branco super brilhante. Preste atenção em sua luz.
Ao mesmo tempo, ouça uma música suave, terna, pacífica, que inspire sua consciência a viajar nas ondas da paz imperecível. Sinta-se divino!
  • Lembre-se da paz do Buda, do amor de Jesus, da alegria de Krishna e da firmeza espiritual de Bábaji (2). Junte-se a eles!
  • Forme um quinteto magnânimo nessa estrela. Você e eles na mesma estrela, cada um sendo uma ponta brilhante da consciência cósmica. Esteja sereno!
  • Observe no centro do olho espiritual a passagem do carrilhão de estrelas da bem-aventurança. Viaje no samadhi (3).
  • Perceba o universo pulsando em você… Perenemente.
  • Pegue a prancha da sabedoria e surfe pelas ondas da paz imperecível…
  • Mergulhe na estrela com paciência e ternura. Esteja no ponto mais elevado!
  • Um círculo de luz azul índigo envolve a estrela branca luminosa, que agora é seu centro.
  • Um disco de luz amarela envolve o círculo azul.
  • Visualize uma estrela branca luminosa no centro de um círculo azul, que está dentro do disco amarelo ouro, semelhante à uma lua cheia. Seja humilde em sua busca!
  • Estabilize sua consciência no centro da estrela e dissolva suas agitações no seio da paz.
  • Minimize seus dramas e maximize seu amor na luz da estrela.
  • Deslize no tapete estelar com Jesus, BábajiBuda e Krishna. Faça isso cantando!
  • Ofereça as flores abertas de seus chacras (4) ao TODO Onipresente.
  • Enquanto escuta a música suave, pense na PAZ! Seja harmonia!
  • Perceba trilhões de sorrisos em meio às estrelas. Brahman (5) está chamando!
  • Solte-se nessa massa de ananda e prajna (6) infinita.
  • O TODO ESTÁ EM TUDO! Limpe as mágoas e sorria em seu silêncio.
  • Você está no seio do TODO omniabarcante. Permita-se ser feliz!
  • Conscientize-se de que essa estrela é um portal consciencial!
Faça parte do quinteto luminoso! Krishna, Jesus, Bábaji e Buda estão viajando com você. Una-se a eles no oceano do amor e deslize nas ondas do samadhi!
Funda-se na estrela!
Esconderam essa técnica dos homens, mas aqui ela está, por ordem de um amor silencioso, que não pertence à nenhuma instituição ou doutrina humana. A estrela é você!
Não há mistério no centro do olho espiritual e nem dramas no olho do coração espiritual que respira o divino em cada golfada de ar e prana(7).
Quando a shakti (8) canta no rio de luz da coluna e revela o caminho sagrado das mil luzes, quem poderá bloquear as informações?
Que poder humano ou grupal poderá impedir uma consciência desperta de entrar na estrela da bem-aventurança?
Quem poderá dizer?: “Essa estrela é nossa e os mestres só aparecem para nós?”
Iniciado no centro do olho espiritual, você perceberá o essencial:
O TODO ESTÁ EM TUDO!
Mergulhe na estrela prânica diariamente e confie em seu potencial divino.
Você carrega um tesouro de luz nos chacras . Seja rico em brilho!
Como ensinava Paulo de Tarso: “Seja glorioso, por dentro e por fora, carne, alma e espírito!”
Seja feliz!
Esses escritos-estrela são dedicados a Paramahansa Yogananda e a Paramahansa Ramakrihna.
P.S.:
No final desses escritos, quero deixar um recado bem claro: Nunca participei de nenhum grupo esotérico e nem iogue. O que sei veio diretamente da experiência pessoal, pelas projeções para fora do corpo físico (9), pela intuição, pela clarividência, pela meditação profunda e pelas orientações que recebo dos mentores espirituais. Por isso, não preciso participar de lugar algum para aprender o que já sei por via direta, incluindo nisso o aprendizado iogue que me lembro de outras vidas.
Nem preciso filiar-me ou iniciar-me em alguma organização esotérica para ser capaz de receber textos, inspirações e orientações de mestres espirituais, incluindo nisso o Ramatís e Paramahansa Yogananda.
O que está nessas linhas é prova inconfundível do que estou falando.
Como escrevo sobre isso sem ser iniciado em algum lugar? Se não tive acesso à iniciação formal de alguma organização aqui da Terra, como sei sobre isso?
É simples! Peguei as informações diretamente no plano espiritual. Fui iniciado fora do corpo. Por isso, repasso para os outros.
Assim como eu, há muitas pessoas que não mais aturam a burocracia de muitas organizações esotéricas ou conscienciológicas e que estudam pela própria conta, confiando em seu potencial divino. Elas sabem que poderão acessar, pela simples sintonia adequada, a faixa das consciências avançadas. Também sabem que, se buscarem a Espiritualidade com amor e dedicação, as portas da consciência cósmica se abrirão em seus próprios centros vitais. Muitas dessas pessoas já passaram por iniciações no passado e não mais precisam repetir o velho jogo iniciático nessa vida presente.
Para perceberem uma consciência amorosa, como YoganandaRamakrishna ou Bábaji, essas pessoas não precisam estar afiliadas a nenhuma organização da Terra, pois elas sabem que esses e outros mestres pertencem ao mundo. Eles não estão no paraíso, mas sim trabalhando para inspirar novas pessoas a realizarem a consciência cósmica aqui e agora! Eles não estão interessados nos iniciados que já sabem o caminho, mas nas pessoas que tateiam nas trevas e que precisam de palavras amigas e de apoio para também caminharem na senda da luz.
No caso específico de Yogananda, que avisou a seus discípulos de que não passaria mensagens por nenhum médium quando fosse para o “lado de lá”, esclareço que eu nunca disse que incorporei-o. Acho que o pessoal bitolado nisso pensa que eu sento em uma sessão para esperar o mestre descer! O que recebi dele foram orientações fora do corpo e vários textos recebidos em estado de meditação profunda, além de percebê-lo também pela clarividência por diversas vezes. Daí, eu escrevia logo em seguida, ainda sob sua influência direta. Nada mais além disso.
E a prova de que sei do que estou falando é justamente os próprios escritos, que demonstram cabalmente a fonte de onde vieram.
Paz e Luz!
São Paulo, 16 de junho de 2000.
– Notas:
1. Estrela Prânica – técnica iogue de concentração no olho espiritual. Consiste na visualização de uma estrela energética dentro de um círculo azul, que, por sua vez, está situado dentro de outro círculo – esse, amarelo-dourado. Isso é visualizado no ponto energético entre as sobrancelhas (próximo ao chacra frontal). Essa técnica foi ensinada por Krishna a Arjuna, e também pelo sábio espiritual Vyasa.
Obs.: Olho espiritual – centro energético situado entre as sobrancelhas; também é chamado de “Kutastha” (“O mais elevado”). É o ponto exato de convergência dos nádis; topo dos nádis. A região entre os olhos é conhecida esotericamente como “Sva-Netra” (Olho de Shiva), Kuthasta (O ponto mais elevado), ou Trikuti (Região interciliar). Esse ponto é onde juntam-se os nádis ida e pingala (condutos sutis de transporte de energia pelo sistema), na raiz do nariz, entre os olhos. Daí, ser chamado de olho espiritual.
2. Bábaji – é o nome carinhoso dado ao mestre hindu que modernizou as práticas de Kriya-Yoga. Seu mantra é “OM KRIYA BABAJI NAMAH”. Sua tradução é: OM – o Verbo Divino; a Vibração Interdimensional; a Luz do Todo que está em tudo; O Shabda (palavra de poder) de Brahman.
Krya – ação de purificação.
Namah – saudação a um ser superior; reverência ao poder espiritual evocado.
Segundo o mestre Lahiri Mahasaya, que foi um de seus principais discípulos ao longo das várias vidas, somente o fato de alguém pronunciar ou pensar no nome de Bábaji, já evoca uma proteção espiritual. Ou seja, o próprio nome dele já é um mantra e pode ser concentrado em qualquer um dos chacras que alguém quiser trabalhar.
No contexto hinduísta, Baba significa “Papai”. Quando se coloca o Jí, significa “Papaizinho”. Isto é, alguém que é como um padrinho espiritual e que protege o caminhante na senda iniciática escolhida.
Diga-se de passagem, Bábaji não pertence a nenhum grupo ou doutrina. E ele é acessível a todos aqueles que o buscarem na sintonia correta do olho espiritual e nos salões secretos do coração.
Bábaji também é conhecido como “Nagaraja”. Significa “Rei das Serpentes”, ou “Serpente Real”. Isso porque, no contexto iniciático da antiga Índia a serpente era considerada o símbolo da sabedoria. Além disso, o nome é uma metáfora do processo ascensional do despertar da kundalini da base da coluna até o chacra coronário, no topo da cabeça. Ou seja, a “serpente é o adepto que dissolve maya (ilusão), e revela o Raja (Real), diante do olho espiritual”.
O nome de Bábaji concentrado no centro da estrela prânica é uma ótima prática de visualização e evoca um clima espiritual de alto nível.
O leitor encontrará informações sobre esse mestre maravilhoso nesses dois excelentes livros: “Autobiografia de Um Iogue” – Paramahansa Yogananda – Editora Omnisciência; e “Bábaji” – Marshall Govindan – Editora Krya Yoga Publications (do Canadá).
Dica de site sobre Bábaji e Kriya-Yoga: www.babaji.ca
Mais um detalhe: Nenhuma organização da Terra é detentora da vibração de um mestre espiritual. Muitas vezes, os discípulos de algumas organizações acham que os mestres só aparecem para eles. E o pior: acham que seus métodos e iniciações são os únicos válidos nas vias espirituais. No entanto, é mais fácil uma criança ou um pássaro perceberem um mestre do que o coração desse pessoal se abrir na frequência da compaixão incondicional.
E mais: muitas pessoas recebem iniciações de Kriya-Yoga durante o sono. É que elas se desprendem espiritualmente dos seus corpos e são levadas aos templos extrafísicos, onde os mestres lhes ensinam vários recursos e as iniciam livremente. A senha de passagem dessas pessoas é o brilho que elas carregam no coração e a lucidez de seus propósitos no mundo. Elas são iniciadas devido a sua sintonia com os bons propósitos.
Algumas voltam para o corpo e lembram. Outras se esquecem quando despertam no corpo denso, mas a luz dos mestres brilha em seu interior e surgirá durante a vigília como poderosas intuições guiando-as no caminho.
Se essas pessoas já são iniciadas diretamente na fonte espiritual dos planos extrafísicos superiores, por que elas teriam que pedir iniciação aqueles que só foram iniciados aqui na Terra?
Sim, muitas pessoas que não carregam títulos ou graus iniciáticos – e que, aparentemente, estão soltas no mundo -, já foram iniciadas por quem de direito. Elas participam das vibrações silenciosas de mestres do quilate de Bábaji, Ramatís, Lahiri Mahasaya, Sukhadeva, Matají e outros luminares da Espiritualidade. Elas estão com o olho espiritual aberto na frequência do Amor e seus chacras são estrelas brilhando em nome da Luz.
O grau iniciático dessas pessoas está no brilho de seus olhos, no amor que jorra de seus corações e na luz que brilha intensamente em suas cabeças. E a única senha que elas apresentam nos templos espirituais é o bem que elas fazem na crosta do mundo e além… Naquele silêncio que trabalha a favor da evolução de todos.
3. Samadhi – do sânscrito – expansão da consciência; estado de consciência cósmica.
4. Chacras – do sânscrito – são os centros de força situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia -prana, chi – do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico.
Os principais chacras são sete – que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino: coronário, frontal, laríngeo, cardíaco, umbilical, sexual e básico.
Para uma descrição aprofundada dos centros energéticos, favor ver a seção de Chacras em nosso site.
5. Brahman – do sânscrito – O Supremo, O Grande Arquiteto Do Universo, Deus, O Amor Maior Que Gera a Vida. Na verdade, O Supremo não é homem ou mulher, mas pura consciência além de toda forma. Por isso, tanto faz chamá-Lo de Pai Celestial ou de Mãe Divina. Ele é Pai-Mãe de todos.
6. Ananda – do sânscrito – bem-aventurança; êxtase espiritual. / Prajna – do sânscrito – sabedoria.
7. Prana – do sânscrito – sopro vital; força vital; energia.
8. Shakti – do sânscrito – no contexto iogue, é a Mãe Kundalini, a força divina que ascende pelo centro da coluna (nádi sushumna). Daí a expressão “rio de luz”, que simboliza o conduto luminoso no centro da coluna, por onde a energia viaja em direção ao chacra coronário, no alto da cabeça (em sânscrito, Sahashara, o lótus das mil pétalas, o centro das mil luzes).
9. Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica – inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico – Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual – autores cristãos.

Textos correlatos sobre mestres:

CONVERSANDO COM OS MESTRES

ADORANDO MESTRES

MESTRES DEMAIS

OS MESTRES DA MODA

MESTRE E DISCÍPULO


Eu gostaria muito de melhorar e enriquecer este texto, peço sua opinião. Você pode escrevê-la por aqui ou me passar um contato direto. Estou disposto a editá-la e alterá-la para melhor se você prezado leitor me indicar erros técnicos ou conceituais. Sou flexível em rever minha posição, sou humilde  e posso aprender com você.

Tags: Mestres, Mestres Ascensionados, Fraternidade Branca, Grandes Mestres, Mestres professores, Mestres frases, Mentores, Amparadores, Amigos espirituais, Orientadores Evolutivos, Serenões, Serenão, Mestres espirituais, Mestres conscienciais, Mestres da alma, Orientador Evolutivo, Engenheiros Siderais, Maiorais Sidéreos, Consciências Livres, Conclave espiritual, Conclave sideral, conselho cármico, senhores do carma, arcanjos, anjos, devas,

O que você achou?

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)