EXPLICANDO ALGUNS TIPOS DE MEDITAÇÃO

EXPLICANDO ALGUNS TIPOS DE MEDITAÇÃO

A meditação foi adotada por vários sistemas filosóficos e se faz de diversas formas: caminhando, contemplando, visualizando, etc. A seguir, algumas escolas de meditação mais conhecidas (DANUCALOV e SIMÕES, 2009).

 

  • Meditação transcendental (MT) – é uma das técnicas mais populares no Ocidente, criada por Maharishi Mahesh Yogui, um mestre indiano que popularizou a meditação. Maharishi considera que a dualidade é a causa fundamental do sofrimento e para transcender a dualidade, desenvolveu a técnica da meditação através da repetição de um mantra, uma palavra ou um som do sânscrito.  Para Maharishi, na MT, é vital a escolha do mantra adequado para cada indivíduo.  Os próprios mantras não são exclusivos da MT, e sim derivados de fontes do sânscrito.  Nesta meditação, os meditadores são instruídos a evitar a concentração esforçada e a trazer a mente de volta ao mantra sempre que dispersar.  Segundo Maharishi, a meditação transcendental  é a condução da atenção na direção dos mais sutis níveis de pensamento até que a mente transcenda a experiência do mais sutil estado de pensamento, chegando à fonte do pensamento (GOLEMAN, 1988).

 

  • O Yoga de Patânjali – Segundo Goleman (1988) a maioria dos sistemas de meditação indianos reconhece o Yoga Sutras como uma fonte de seus próprios métodos. Para Bhaskarananda, a experiência da verdade suprema é o mais elevado objetivo da meditação e complementa:

 

De acordo com os sábios, deveríamos meditar unicamente para atingir a finalidade mais elevada da vida humana que é realizar a divindade ou a Verdade última.  É preciso deixar bem claro que a meditação, cuja forma mais elevada é o samadhi, é apenas um meio e não o objetivo em si.  Em samadhi a mente liberta-se de todos os pensamentos e consegue atingir um estado de quietude absoluta.  Patânjali chama este estado mental de yoga (2005, p. 7).

 

  • O tantra indiano e o yoga Kundalini – Goleman (1988) indica que o tantra indiano desperta energias latentes, alterando a consciência. Para a filosofia tântrica, a Kundalini é uma reserva de energia espiritual.  O sistema siddha-yoga é uma versão moderna do yoga Kundalini e  começa com asana, pranayamas, mantras e meditação.  O objetivo é despertar a kundalini.  A elevação da kundalini conduz o praticante ao samadhi.

 

  • O budismo tibetano – consiste em quatro passos para atingir o samadhi. Primeiro é a fixação inicial da mente do meditador em algum objeto. Segundo é manter a concentração intermitente.  Ocorrem as distrações que se alternam com a atenção no objeto.  Terceiro é quando a mente ultrapassa todo distúrbio, permitindo-lhe concentrar-se no objeto sem nenhuma interrupção.  Quarto, é a quietude mental, em que a concentração total vem com esforço mínimo (GOLEMAN, 1988).

Se você não tem 15 minutos para meditar duas vezes ao dia, você não tem uma vida. Dalton Campos Roque

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)