O CRISTO COMO GOVERNO DA TERRA

Creio que todos nós viventes aqui no Ocidente já ouvimos esta expressão. Mas a entendo sendo parcial e egoísta. Estão esquecendo o Oriente.

Bem, para os religiosos ingênuos Jesus é Deus. Para outros Jesus é o Cristo. Eu vou além. Cristo não é uma entidade, um ser ou um espírito. Cristo é uma egrégora em que entram TODOS os Avatares e mestres do amor e da sabedoria de toda a história do planeta Terra (há ainda uma conjunção maior de Eloins, Querubins e Anjos, que são apenas níveis hierárquicos na evolução que participam também). E Jesus foi um homem, um encarnado que destacou esta egrégora no ocidente, no planeta e hoje Ele é apenas mais uma engrenagem da egrégora e não o “dono” ou mandatário dela.

E como tal, esta egrégora poderá receber qualquer nome além de Cristo Cósmico, como por exemplo: Buda Cósmico, Alá Cósmico, Islã Cósmico, Tao Cósmico, Krisnha Cósmico, não importando a semântica, a articulação fonética, mas sim a percepção consciencial maior do amor universal e da maxifraternidade que é uma só.

O problema da humanidade é uma análise facciosa a partir dos egos que apenas conseguem comparar os processos da evolução com a hierarquia egóica humana limitada e distorcida.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque – auto intitulado como “Tio Dalton” de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade.
—–
Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e “New Age’s”.
—–
Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática.
—–
É simples, irreverente, se denomina “caipira” e “sente muitas saudades de seu planeta”.
—–
O que mais aprecia é escrever, aprender, criar “coisas” novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. — -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)