COMO UM ESPIRITUALISTA PODE SER PRECONCEITUOSO CULTURAL E REGIONAL?

O maior universalista do mundo é o preconceito. Ele visita todas as mentes. Visita todos os grupos, religiões, linhas de pensamento, opções evolutivas, clubes, lojas, casas, classes sociais, culturais, etc. Claro, não basta o preconceito racial, pode-se ser preconceituoso contra tudo, com qualquer diferença! Há também o preconceito bairrista, regional, geográfico e cultural.

Estes preconceitos são para gente “inteligente” que crê que jamais irá reencarnar rumo ao destino geográfico do próprio preconceito.

Existem também os ocidentalistas! São pessoas que detestam o Oriente (quase a metade do globo) e os consideram “esdrúxulos”. Referem-se à cultura do Oriente desdenhosamente como “orientalismo”. São fanáticos e sem discernimento.

 

Como um espiritualista pode ser:

 

A favor do aborto, da pena de morte, da eutanásia, da distanásia, etc.?

Aborto – Nada justifica o aborto que gera uma agressão física, energética, emocional e mental na mãe muito maior do que qualquer estupro ou a ter de enfrentar uma família furiosa e egoísta. E depois, claro, todo o ônus kármico decorrente de tal ação. Na pior hipótese tenha o filho e disponibilize para adoção.

Pena de morte – Como ninguém morre, não adianta “matar” ninguém. A pessoa apenas deixa o corpo físico e segue para o plano astral. Se a pessoa for boa, continuará boa, se for ruim, continuará ruim. E se for ruim irá dar mais trabalho ainda, pois agora conta com a invisibilidade dos espíritos diante dos encarnados.

Eutanásia – A literatura Espírita está repleta de casos interessantes sobre os prejuízos da eutanásia. Claro, sempre deve-se ponderar os atenuantes e os agravantes e sei que não há regra para nada!

NOTA: Distanásia – é o contrário da eutanásia, ou a manutenção de um corpo vegetativo que já deveria ter sido enterrado a há muito tempo. A melhor forma de discernir quando é a hora de alguém é pela percepção das energias de duplo etérico e principalmente de seu cordão de prata. Quem está apto a perceber isto?

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque – auto intitulado como “Tio Dalton” de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade.
—–
Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e “New Age’s”.
—–
Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática.
—–
É simples, irreverente, se denomina “caipira” e “sente muitas saudades de seu planeta”.
—–
O que mais aprecia é escrever, aprender, criar “coisas” novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. — -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)