A GRATUIDADE ESPÍRITA

No meio Espírita padrão há um consenso sobre gratuidade. Sabemos que a maioria dos líderes e ativistas espíritas são ex-católicos da inquisição, portanto, com forte sentimento de culpa subjacente pela queima das “bruxas” e por vender o céu em eras passadas.

Voltaram para se redimir e estão fazendo o melhor que podem – aplausos! Correto, estes tem a obrigação, tanto a voluntária quanto a compulsória de exercerem seus ofícios religiosos com total gratuidade e voluntariado. Exercer suas consolações, seus bazares, sopas, atendimento fraterno, confecção e venda de livros e mídias baratos ou a preço de custo.

Os espíritas com mais dívidas no passado e que estão mais se redimindo são os médiuns de cura e os que se empenham nos tratamentos físicos e espirituais de seus frequentadores inclusive nas mesas sofisticadas da Apometria.

Mas que não julguem os outros de outras linhas que possuem uma programação existencial reencarnatória diferente por não fazerem seus serviços gratuitos ou baratos como os deles. Alguns dharmas exigem gratuidade, mas outros não! Estão inclusive programados para viverem honrada e dignamente disso e são bastante amparados espiritualmente.

Esta consciência de culpa espírita ainda é um peso na alma limitadora, mas cada um faz o que pode, e como digo, atrás de cada coração há muitas dores e muitas serras e ninguém pode ou deve julgar.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- -Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)