ASSISTÊNCIA MAL FEITA GERA PREJUÍZO

Não adianta fazer assistencialidade com palavras e expressões belas (“boas energias”; “paz e luz”; “irmão”, “Jesus”, etc). Assistencialidade se faz com amor, discernimento e ponderação. Assistencialidade feita com orgulho intelectual, afobação e sectarismo doutrinário pode surtir efeito contrário no assistente e no assistido.   Muitos dos problemas dos espíritos errantes são psicológicos (dos encarnados também) […]

Leia Mais

MÉDIUM CONFIÁVEL

Médiuns são espíritos vivenciando uma jornada evolutiva na condição de seres humanos e habitantes de um mundo de provas e expiações. Como os demais integrantes da humanidade terrestre, têm suas sombras e luzes, o que influencia o seu trabalho, em menor ou maior grau. Pessoa confiável é aquela que você confia e médium confiável é […]

Leia Mais

GRUPO ESOTÉRICO X GRUPO ELITISTA

Esotérico, hermético, fechado, somente para “escolhidos”, “iniciados”, um filtro social, intelectual e de lealdade, ora antigo tomou uma nova versão no século XXI: agora chama-se elitismo! Sim, há dois tipos de elitismo: o intelectual e o financeiro. Grupos que assim procedem (os elitistas) também são “esotéricos”. O que você achou?

Leia Mais

AJUDAR E EXPLORAR

Conheço um caso muito particular de um espiritualista que diz que “o que mais gosta é ajudar as pessoas”. Testemunhei este indivíduo ajudar outras pessoas em muitas coisas tanto a nível profissional quanto no espiritual. Mas sempre os cobrou pela ajuda e achava que era justo humilhar, explorar e “jogar na cara”. Usa-se a estúpida […]

Leia Mais

ASSISTENCIALIDADE X ASSISTENCIALISMO

Assistir, ajudar, cooperar, comungar, são vários os termos e expressões utilizados para ilustrar melhor o que se chama de caridade e vários são seus tons, nuances e desdobramentos. O assistencialismo é paternalista e consolador, pois dá o peixe e não ensina a pescar. Geralmente é religioso, piegas, emocional e doutrinador. É o que deseja fisgar […]

Leia Mais

Renovando atitudes

Vitória sobre a Depressão – Joana de Ângelis – Divaldo P. Franco “Existem atitudes doentias que tipificam determinados indivíduos… “A arrogância por exemplo, é uma atitude que mascara o ser humano tímido, dando aparência de um poder que não lhe é real. O narcisismo a seu turno é devaneio mental de deslumbramento em torno de sua autoimagem… […]

Leia Mais

Defeitos

A sua perspectiva sobre meus defeitos é o encontro de seus defeitos com os meus. Portanto, somos um espelho – nos dois sentidos – um para o outro. Resta-nos escolher qual pólo queiramos ver refletido neles: o positivo ou o negativo. – Dalton Campos Roque O que você achou?

Leia Mais