LIBERTE-SE DE SEU FARDO

LIBERTE-SE DE SEU FARDO

Um grande homem não pode se esconder na grama baixa.

Não se encontra iluminação no materialismo.

Muitos caminhos levam ao Eterno, só os determinados O encontrarão.

O rio não conta mentiras, contudo, na margem, o homem desonesto as ouve mesmo assim.

Não se conquista a iluminação se não se achar digno.

Autoestima elevada não significa falta de modéstia.

Não se percebe as coisas apenas porque elas são claras, ideias profundas não cabem numa mente rasa.

Um pote de barro não aprisiona a luz do sol.

Há muitos “cegos” com possantes lanternas nas mãos.

O dharma não é apenas a redenção por seus fracassos multimilenares, mas trabalho útil e simples no aprendizado de si mesmo.

Somos os únicos qualificados a nos julgarmos.

O sucesso ou fracasso de suas ações não totalizam ou concluem sua vida.

Nosso “espírito” não pode ser julgado.

Julgue a si mesmo pelo intensão operosa e ativa das boas ações e pelas forças e desafios com que enfrentou o caminho.

Só podemos controlar uma coisa: ser bom ou mal.

Nota: encontrei este texto nos meus rascunhos manuscritos, mas não tenho certeza se ele é inteiro meu. Pode estar misturado algumas anotações de cursos ou livros também. Tenho tanta coisa solta, perdida, misturada que não sei. – Dalton – consciencial.org

Se você acha que este texto pode auxiliar alguém espiritualmente compartilhe e divulgue, obrigado!

Gostou desse conteúdo? Queremos saber sua opinião, deixe seu comentário logo abaixo.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e também em Educação em Valores Humanos. - Não sou pesquisador da consciência, nem de religiões ou afins, sou apenas um escritor intuído e poeta ingênuo e romântico, médium intuitivo e inspirado, anímico e mediúnico. - Não sou entendido e nem autoridade em nenhum assunto, nem evoluído ou melhor que ninguém, até pelo contrário. - Este site é apenas uma modesta tarefa de redenção consciencial e mais nada, serve para dar vazão o que me surge na mente e que "vaza" pelo coração. Aqui estão "esculpidos" todos os meus defeitos e limitações , sem mais aparências, enfeites ou rótulos, não sou nada e nem sei de nada. Sou o "Tio Dalton" de forma irreverente, bem humorado e brincalhão. Curto rock progressivo, rock pesado, música new age e músicas mais espirituais em geral, adoro filmes de ficção científica e ação, curto eletrônica, áudio, física e matemática, tomo muito café, como carne, estou negligente na leitura e na meditação além de muito preguiçoso. Sou simples, irreverente, caipira e "sinto muitas saudades do meu planeta". MEU SONHO É UNIR AS PESSOAS NUM ÚNICO PROPÓSITO DE EVOLUÇÃO CONSCIENCIAL e a transcender as vaidades pessoais e egoísmos materiais; (utopia factível se não fosse a "babaquice" das pessoas). - "Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso". ------------- DEIXE UM COMENTÁRIO EDUCADO, ELEGANTE E BEM ESCRITO, MOTIVE-NOS!! Não abuse, os comentários são moderados.

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)