BREVES CONSIDERAÇÕES DE UM MOMENTO PLANETÁRIO

BREVES CONSIDERAÇÕES DE UM MOMENTO PLANETÁRIO

Nota: não foi Saint Germain que me falou nada!!!! Nem Mestra Nada, Hilarion ou Ramatís. Quem me falou isto foi um tal de discernimento consciencial básico.

OBS.: eu escrevi esta nota acima, pois após o ato de terrorismo na França 2015, pretensos médiuns receberam mensagens de Saint Germain dando recados básicos e superficiais, então eu ironizei neste início, ok?

*****

Sobre o acidente em Mariana – MG, a Vale e a situação política do Brasil como partes de um contexto planetário

DECLARADOS que são no mínimo 10 anos para recuperar o Rio Doce! Sim, no mínimo! Na verdade para voltar tudo ao que era antes (se voltar) serão 50 anos!!!!!!

Com certeza a Vale é grande contribuidora para campanhas dos políticos.

Se eu não fosse mesmo espiritualista PRÁTICO, ficaria muito mais chateado com tudo que acontece no mundo e no Brasil.
Por isto não tomo partido por PT ou PSDB, procuro ter visão de conjunto e ver todos como pessoas, humanos, que ainda estão na infantilidade consciencial, ainda irão descobrir na pele, sangue e carne as leis inexoráveis de CAUSA E EFEITO.

Estas pessoas – inclusive milhares de espiritualistas – ignoram a magnitude dessas leis imperativas, da inteligência e justiça divina e acabam manifestando ódio por opção A ou B. Devemos nos indignar sim, mas sem emoção densa. Sentindo a convicção e serenidade que TUDO será retificado e devolvido.

Dr. Carma e Dona dor vem aí. Toda justiça cármica, cósmica, social, profissional será executada até o último ceitil e nenhum de nós escapa.

Devemos analisar, criticar e nos indignar, mas sem ódio, sem emoção, orando, torcendo pelo melhor. Se você confia na justiça cósmica, sempre dormirá tranquilo, tem a certeza das retificações conscienciais sem precisar de mágoa, vingança ou revanche.

Saiba que cada político, que cada religioso de má fé como estes que vemos claramente por aí, irão voltar e terão que “comer” o lixo das cidades que roubaram. Tente fazer o seu melhor hoje, aqui e agora.

Abrace seus amigos e perdoe seus inimigos. Não adianta levar oferendas ao altar ou orar, sem antes se conciliar com seus opostos.

Fiquem na infinita e imperturbável paz eterna de Deus.

Se você acha que este texto pode auxiliar alguém espiritualmente compartilhe e divulgue, obrigado!

Ah, deixe seu comentário, isso pode me ajudar a criar outros conteúdos.
E vote nas estrelinhas bem ao fim.

O que você achou?

Sobre o(a) autor(a)

Dalton Campos Roque - auto intitulado como "Tio Dalton" de forma irreverente, sempre bem humorado e brincalhão. Formado em Engenharia Civil, pós-graduado em Estudos da Consciência com ênfase em Parapsicologia e em Educação em Valores Humanos. Manifestou eventos paranormais e mediúnicos desde o berço e foi criado neste meio, pois seu pai e dois irmãos também manifestavam fenômenos parapsíquicos ostensivos. Começou a aprender com o pai (que é médico e Parapsicólogo) Parapsicologia e Hipnose a partir dos 14 anos de idade. ----- Professor de Informática, espiritualista universalista, médium intuitivo, curioso e espontâneo em desconstruir falácias religiosas, espiritualistas e "New Age's". ----- Curte Rock Progressivo, Rock pesado, música New Age e músicas mais espirituais em geral, adora filmes de ficção científica e ação. Curte eletrônica, áudio, física e matemática. ----- É simples, irreverente, se denomina "caipira" e "sente muitas saudades de seu planeta". ----- O que mais aprecia é escrever, aprender, criar "coisas" novas e originais e organizar conhecimento com tendências mais científicas. Detesta o misticismo exacerbado New Age, o que considera uma desinformação. --- Me ame quando eu menos merecer, pois é quando mais preciso.

COMMENTS (2)
Responder

Muito bom.Como fazer para esquecer as mágoas?

    Olá Ademar
    Olha, não é fácil, mas não é impossível. A questão é que, quando acontece uma situação que provoca mágoa, temos a tendência de ver somente que o outro é culpado, mas temos que lembrar que tudo aquilo que vemos no outro e que nos incomoda faz parte de nós, ou seja, nós somos tudo aquilo que vemos no outro e não gostamos. Se compreendemos essa premissa e assimilamos isso, então percebemos que, se uma pessoa faz algo “contra” nós, na verdade ficamos magoados pois somos capazes de fazer também. É um processo de autoconhecimento profundo que envolve ir na raiz de cada defeito. Em essência todos somos luz, mas estamos tão fragmentados, tão dormentes quanto nossas potencialidades que achamos que não somos capazes de superar uma mágoa. Mas somos sim, e uma das técnicas que pode ajudar é a ho’oponopono. Temos uma seção no site com livros comentados e lá tem a indicação de um livro super legal. No resumo que fiz já tem uma coisa simples que podemos fazer. O link é: http://consciencial.org/resenhas-de-livros/limite-zero/.

    Esse assunto é realmente complexo, mas nossa jornada é essa, descobrir, assimilar e manifestar todo potencial divino que temos.

    Abraços

Deixe um comentário

Comentário (requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Nome (requerido)
E-mail (requerido)